13 de janeiro de 2011

FOTOGRAFIA-POEMA



Fotografia-poema





a fotografia

na miragem do espelho

bela imagem

rosto deslumbrante

- um traço, lápis e papel

(desenho

memória e sangue)

instaurado telefonema



no ápice da tarde

o verso se converge de norte a sul



confluências no acaso:

e na fugacidade o poema




 
©by Albert Araújo



                                                 13-01-11


Post também no site oficial:










Nenhum comentário:

Postar um comentário