8 de janeiro de 2011

ANJO AZUL






Anjo azul





Da janela
vejo um anjo
vestido da cor azul
e nos cabelos traz um vento suave
sinais de um futuro lúcido e agudas sementes
que se espalhará por todos os campos
feito a luz das estrelas

Da janela
vejo um anjo
banhado da cor azul
e nas mãos traz uma carta dos céus
“que todo o amor seja fluente
e sempre vivo na terra”

Eis um anjo
de hábito puramente azul
e traz consigo um barco
cheios de peixes... eis um anjo

e através dos olhos um silencio
que se inunda

e a chuva cai
e tudo pulsa domesticavelmente
que seja assim ardente
por uma nudez fecunda


©by Albert Araújo
08-01-11

post também site oficial:

www.albertaraujo.recantodasletras.com.br





Um comentário:

  1. ANJO AZUL trás um canto azul de felicidade luzente que inunda os nossos olhares de uma poética exuberante fazendo-nos sonhar! O mestre esbanjou inspiração de finíssima qualidade. E que Deus derrame lindas inspirações sobre o mestre! Ah! A imagem e o fundo musical são deslumbrantes. Bjs. Sempre fã. Tuela.

    ResponderExcluir