17 de janeiro de 2019

ALBERTO ARAÚJO EM MOMENTO DE ORAÇÃO E FÉ CRISTÃ.





Fiz uma parada literalmente, e carreguei-me de energias positivas para que eu possa no dia a dia, permanecer com o meu coração em paz e colocar a minha coragem e entusiasmo acima de tudo, sobressair, dominar, vencer, ultrapassar os empecilhos e, finalmente, desenvolver todo o potencial que estar dentro de mim.





JESUS CRISTO CRUCIFICADO

Senhor Jesus Cristo, agradeço o Sacrifício que Fizeste na Cruz por todos nós. Que o Teu Sangue derramado, lave-nos de todos os pecados. Assim, possamos caminhar em direção à Vida Eterna.




NOSSA SENHORA - VIRGEM MARIA

Cuida de Mim. Cubra-me para sempre com o Teu Manto SAGRADO. O mesmo Manto de Amor que cobriu o Menino Jesus. Meu Coração suplica: PAZ, Esperança e Fé.





SÃO JOSÉ E O MENINO JESUS

Assim como Vós Protegeste o Menino Jesus. Entrego-me a Vós, pedindo Vossa Proteção!





JESUS CARREGANDO A CRUZ RUMO AO CALVÁRIO

Jesus Cristo eu agradeço ao Senhor! Quando suportou todo o peso de nossos pecados, ao carregar a Cruz rumo ao Calvário. Que dor alucinante, Senhor. Pelo Sangue derramado na Cruz, que eu seja lavado.




SÃO JUDAS TADEU

Ó Glorioso São Judas Tadeu, eu peço aqui a Tua proteção através do Amor e da Graça que Jesus Te deu. Que Tu sejas sempre o meu guia, protegendo-me das tentações, desesperos e dores do mundo!

*********************





Todas as minhas fotos foram feitas na
Paróquia São Judas Tadeu
- Icaraí - Niterói - RJ.







11 de janeiro de 2019

DESTAQUE DO DIA DO FOCUS: VIDA: VIVER E MORRER... PENSAMENTO DE SHIRLEY ARAÚJO

 
 
 

 
VIDA: VIVER E MORRER...
 
A Vida é arte de viver e morrer para cada dia.
A cada anoitecer, percebemos que o dia se foi...
Fenômeno o qual jamais se repetirá igualmente,
embora tenhamos um novo amanhecer,
para continuarmos nossa caminhada...
Shirley Araújo
10-01-19


 







7 de janeiro de 2019

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR - DOMINGO - EM 06 DE JANEIRO. NO CRISTIANISMO OCIDENTAL, ESTA FESTA LEMBRA PRIMARIAMENTE, A VISITA DOS TRÊS REIS MAGOS, ENQUANTO NO ORIENTE LEMBRA O BATISMO DE JESUS. NO ANEXO: FOTOS DA SOLENIDADE NA PARÓQUIA SÃO JUDAS TADEU-ICARAÍ, CELEBRADA PELO PÁROCO PADRE CÁRMINE PASCALE.


 


A EPIFANIA DO SENHOR É UMA FESTA RELIGIOSA CRISTÃ QUE COMEMORA A MANIFESTAÇÃO DE JESUS CRISTO COMO DEUS ENCARNADO, QUE É COMEMORADA DOIS DOMINGOS APÓS O NATAL.

 

A Igreja Católica considera epifanias três eventos: a Epifania dos magos do oriente e que é celebrada no dia 6 de Janeiro; a Epifania a João Batista no rio Jordão e a Epifania quando se tornou conhecido pelo milagre de Caná.

 

Epifania - significa aparição ou manifestação de algo, normalmente, relacionado com o contexto espiritual e divino. Pode também ser considerado como um “pensamento iluminado”, tido como uma inspiração divinal que surge em momentos de impasse e complexidade, solucionando as frustrações e dúvidas sobre determinada angústia.

 

No sentido religioso, de acordo com o calendário litúrgico da Igreja Católica, a epifania está diretamente, relacionada com a manifestação divina. Um exemplo narrado na bíblia mostra o episódio em que houve a apresentação de Jesus Cristo ao mundo, através da chegada dos Reis Magos, trazendo seus presentes.
  
 
**********************************


 

Primeira Leitura (Is 60,1-6)

 

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS

 

1- Levanta-te, acende as luzes, Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor.

2-Eis que está à terra envolvida em trevas, e nuvens escuras cobrem os povos; mas sobre ti apareceu o Senhor, e sua glória já se manifesta sobre ti.

3 - Os povos caminham à tua luz e os reis ao clarão de tua aurora.

4 - Levanta os olhos ao redor e vê: todos se reuniram e vieram a ti; teus filhos vêm chegando de longe com tuas filhas, carregadas nos braços.

5 - Ao vê-los, ficarás radiante, com o coração vibrando e batendo forte, pois com eles virão as riquezas de além-mar e mostrarão o poderio de suas nações; 6 - será uma inundação de camelos e dromedários de Madiã e Efa a te cobrir; virão todos os de Sabá, trazendo ouro e incenso e proclamando a glória do Senhor.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

 
 

SALMO RESPONSÓRIO  (SL 71)

 

— As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor!

— As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor!

 

— Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus,/ vossa justiça ao descendente da realeza!/ Com justiça ele governe o vosso povo,/ com equidade ele julgue os vossos pobres.

 

— Nos seus dias a justiça florirá/ e grande paz, até que a lua perca o brilho!/ De mar a mar estenderá o seu domínio,/ e desde o rio até os confins de toda a terra!

 

— Os reis de Társis e das ilhas hão de vir/ e oferecer-lhe seus presentes e seus dons;/ e também os reis de Seba e de Sabá/ hão de trazer-lhe oferendas e tributos./ Os reis de toda a terra hão de adorá-lo,/ e todas as nações hão de servi-lo.

 

— Libertará o indigente que suplica,/ e o pobre ao qual ninguém quer ajudar./ Terá pena do indigente e do infeliz,/ e a vida dos humildes salvará.

  
 

 

Segunda Leitura (Ef 3,2-3a.5-6)

 

LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS EFÉSIOS

 

Irmãos: 2 Se ao menos soubésseis da graça que Deus me concedeu para realizar o seu plano a vosso respeito,

3 ae como, por revelação, tive conhecimento do mistério.

5 Este mistério, Deus não o fez conhecer aos homens das gerações passadas, mas acaba de o revelar agora, pelo Espírito, aos seus santos apóstolos e profetas: 6os pagãos são admitidos à mesma herança, são membros do mesmo corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo, por meio do Evangelho.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

 
 

ANÚNCIO DO EVANGELHO (MT 2,1-12)

 

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

 

1 Tendo nascido Jesus na cidade de Belém, na Judeia, no tempo do rei Herodes, eis que alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, 2perguntando: “Onde está o rei dos judeus, que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo”.

 

3 Ao saber disso, o rei Herodes ficou perturbado, assim como toda a cidade de Jerusalém.

 

4 Reunindo todos os sumos sacerdotes e os mestres da Lei, perguntava-lhes onde o Messias deveria nascer. 5 Eles responderam: “Em Belém, na Judeia, pois assim foi escrito pelo profeta: 6‘ E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum és a menor entre as principais cidades de Judá, porque de ti sairá um chefe que vai ser o pastor de Israel, o meu povo’”.

 

7 Então Herodes chamou em segredo os magos e procurou saber deles cuidadosamente quando a estrela tinha aparecido. 8 Depois os enviou a Belém, dizendo: “Ide e procurai obter informações exatas sobre o menino. E, quando o encontrardes, avisai-me, para que também eu vá adorá-lo”.

 

9 Depois que ouviram o rei, eles partiram. E a estrela, que tinham visto no Oriente, ia adiante deles, até parar sobre o lugar onde estava o menino.

 

10Ao verem de novo a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande.

 

11 Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele, e o adoraram. Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.

 

12 Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram para a sua terra, seguindo outro caminho.

 — Palavra da Salvação.
 
— Glória a vós, Senhor.
 
 



 

 ALGUMAS IMAGENS

 









  


 
 
 
 
 

30 de dezembro de 2018

DESTAQUE DO DIA: SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS. LITURGIA DIÁRIA, EM 30 DE DEZEMBRO. SABEDORIA E REFLEXÃO!


 
 
Caros foculistas, hoje dia 30 de dezembro celebramos a FAMÍLIA DE JESUS DE NAZARÉ. A FAMÍLIA É BASE DE TUDO NA VIDA, com ela qualquer coisa se pode conquistar e superar! Quem tem uma família tem tudo, mas quem tem uma unida e repleta de valores e princípios tem a bênção de uma vida. Não tem como não sentir felicidade se ao nosso lado temos pessoas que se preocupam.  O Natal conta a história da FAMÍLIA MAIS IMPORTANTE DO MUNDO, a família que serve de exemplo de AMOR E UNIÃO PARA TODA HUMANIDADE. Por isso, o Natal é tempo de família, é tempo de compartilhar, os nossos momentos com aquelas pessoas que são responsáveis pela nossa vida e pela nossa existência. Natal é tempo de perdoar, de amar e de receber a bênção de Deus, o nosso grande Pai. É tempo de se deixar guiar pelas luzes divinas e ser conduzido para o caminho do bem, da paz e da felicidade. Deixem o espírito do Natal, entrar em sua vida. O NATAL É AMOR, O NATAL É FAMÍLIA!
 
 
 
 
Se o Natal tiver sido ao domingo; não tendo sido assim, a Sagrada Família
 celebrar-se-á no domingo dentro da Oitava do Natal.
 
 
Da alocução de Paulo VI, Papa, em Nazaré, 5.1.1964:
 
O exemplo de Nazaré:
 
Nazaré é a escola em que se começa a compreender a vida de Jesus, é a escola em que se inicia o conhecimento do Evangelho. Aqui se aprende a observar, a escutar, a meditar e a penetrar o significado tão profundo e misterioso desta manifestação do Filho de Deus, tão simples, tão humilde e tão bela. Talvez se aprenda também, quase sem dar por isso, a imitá-la.

 Aqui se aprende o método e o caminho que nos permitirá compreender facilmente quem é Cristo. Aqui se descobre a importância do ambiente que rodeou a sua vida, durante a sua permanência no meio de nós: os lugares, os tempos, os costumes, a linguagem, as práticas religiosas, tudo o que serviu a Jesus para Se revelar ao mundo. Aqui tudo fala, tudo tem sentido. Aqui, nesta escola, se compreende a necessidade de ter uma disciplina espiritual, se queremos seguir os ensinamentos do Evangelho e ser discípulos de Cristo. Quanto desejaríamos voltar a ser crianças e acudir a esta humilde e sublime escola de Nazaré! Quanto desejaríamos começar de novo, junto de Maria, a adquirir a verdadeira ciência da vida e a superior sabedoria das verdades divinas!

 Mas estamos aqui apenas de passagem e temos de renunciar ao desejo de continuar nesta casa o estudo, nunca terminado, do conhecimento do Evangelho. No entanto, não partiremos deste lugar sem termos recolhido, quase furtivamente, algumas breves lições de Nazaré.

 Em primeiro lugar, uma lição de silêncio. Oh se renascesse em nós o amor do silêncio, esse admirável e indispensável hábito do espírito, tão necessário para nós, que nos vemos assaltados por tanto ruído, tanto estrépito e tantos clamores, na agitada e tumultuosa vida do nosso tempo. Silêncio de Nazaré, ensina-nos o recolhimento, a interioridade, a disposição para escutar as boas inspirações e as palavras dos verdadeiros mestres. Ensina-nos a necessidade e o valor de uma conveniente formação, do estudo, da meditação, da vida pessoal e interior, da oração que só Deus vê.
Uma lição de vida familiar. Que Nazaré nos ensine o que é a família, a sua comunhão de amor, a sua austera e simples beleza, o seu caráter sagrado e inviolável; aprendamos de Nazaré como é preciosa e insubstituível a educação familiar e como é fundamental e incomparável a sua função no plano social.

 Uma lição de trabalho. Nazaré, a casa do Filho do carpinteiro! Aqui desejaríamos compreender e celebrar a lei, severa mas redentora, do trabalho humano; restabelecer a consciência da sua dignidade, de modo que todos a sentissem; recordar aqui, sob este teto, que o trabalho não pode ser um fim em si mesmo, mas que a sua liberdade e dignidade se fundamentam não só em motivos econômicos, mas também naquelas realidades que o orientam para um fim mais nobre. Daqui, finalmente, queremos saudar os trabalhadores de todo o mundo e mostrar-lhes o seu grande Modelo, o seu Irmão divino, o Profeta de todas as causas justas que lhes dizem respeito, Cristo Nosso Senhor.
 
João Paulo II, na Carta dirigida à família, por ocasião do Ano Internacional da Família, 1994, escreve:
 
A Sagrada Família é a primeira de tantas outras famílias santas. O Concílio recordou que a santidade é a vocação universal dos batizados (LG 40). Como no passado, também na nossa época não faltam testemunhas do “evangelho da família”, mesmo que não sejam conhecidas nem proclamadas santas pela Igreja…
 
A Sagrada Família, imagem modelo de toda a família humana, ajude cada um a caminhar no espírito de Nazaré; ajude cada núcleo familiar a aprofundar a própria missão civil e eclesial, mediante a escuta da Palavra de Deus, a oração e a partilha fraterna da vida! Maria, Mãe do amor formoso, e José, Guarda e Redentor, nos acompanhem a todos com a sua incessante proteção.
 
Sagrada Família de Nazaré, rogai por nós!
 
 
 
 


 
 
 
SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS. LITURGIA DIÁRIA,
EM 30 DE DEZEMBRO. SABEDORIA E REFLEXÃO!
 
 
Glória, Prefácio do Natal – Ofício da Festa
 
Antífona de entrada
Vieram apressados os pastores e encontraram Maria com José, e o menino deitado no presépio (Lc 2,16).
 
Oração do Dia
 
Ó Deus de bondade, que nos destes a Sagrada Família como exemplo, concedei-nos imitar em nossos lares as suas virtudes para que, unidos pelos laços do amor, possamos chegar um dia às alegrias da vossa casa. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
 
1a Leitura - Eclesiástico 3,3-7.14-17
Leitura do livro do Eclesiástico.
 
3 3 Pois Deus quis honrar os pais pelos filhos, e cuidadosamente fortaleceu a autoridade da mãe sobre eles.
4 Aquele que ama a Deus o roga pelos seus pecados, acautela-se para não cometê-los no porvir. Ele é ouvido em sua prece cotidiana.
5 Quem honra sua mãe é semelhante àquele que acumula um tesouro.
6 Quem honra seu pai achará alegria em seus filhos, será ouvido no dia da oração.
7 Quem honra seu pai gozará de vida longa; quem lhe obedece dará consolo à sua mãe.
14 Meu filho, ajuda a velhice de teu pai, não o desgostes durante a sua vida.
15 Se seu espírito desfalecer, sê indulgente, não o desprezes porque te sentes forte, pois tua caridade para com teu pai não será esquecida,
16 e, por teres suportado os defeitos de tua mãe, ser-te-á dada uma recompensa;
17 tua casa tornar-se-á próspera na justiça. Lembrar-se-ão de ti no dia da aflição, e teus pecados dissolver-se-ão como o gelo ao sol forte.
Palavra do Senhor.
 
Salmo - 127/128
Felizes os que temem o Senhor
e trilham seus caminhos!
 
Felizes és tu se temes o Senhor
e trilhas seus caminhos!
Do trabalho de tuas mãos hás de viver,
serás feliz, tudo irá bem!
 
A tua esposa é uma videira bem fecunda
no coração da tua casa;
os teus filhos são rebentos de oliveira
ao redor de tua mesa.
 
Será assim abençoado todo homem
que teme o Senhor.
O Senhor te abençoe de Sião
cada dia de tua vida.
 
2a Leitura - Colossenses 3,12-21
Leitura da carta de são Paulo aos Colossenses.
 
3 12 Portanto, como eleitos de Deus, santos e queridos, revesti-vos de entranhada misericórdia, de bondade, humildade, doçura, paciência.
13 Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outrem. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai também vós.
14 Mas, acima de tudo, revesti-vos da caridade, que é o vínculo da perfeição.
15 Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para a qual fostes chamados a fim de formar um único corpo. E sede agradecidos.
16 A palavra de Cristo permaneça entre vós em toda a sua riqueza, de sorte que com toda a sabedoria vos possais instruir e exortar mutuamente. Sob a inspiração da graça cantai a Deus de todo o coração salmos, hinos e cânticos espirituais.
17 Tudo quanto fizerdes, por palavra ou por obra, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.
18 Mulheres, sede submissas a vossos maridos, porque assim convém, no Senhor.
19 Maridos, amai as vossas mulheres e não as trateis com aspereza.
20 Filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto agrada ao Senhor.
21 Pais, deixai de irritar vossos filhos, para que não se tornem desanimados.
Palavra do Senhor.
 
Evangelho - Lucas 2,40-52
Aleluia, aleluia, aleluia.
Que a paz de Cristo reine em vossos corações e ricamente habite em vós sua palavra! (Cl 3,15s).
 
 
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
2 41 Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa.
42 Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa.
43 Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem.
44 Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos.
45 Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele.
46 Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.
47 Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas.
48 Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: “Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição”.
49 Respondeu-lhes ele: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?”
50 Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera.
51 Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração.
52 E Jesus crescia em estatura, em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens.
Palavra da Salvação.