26 de fevereiro de 2017

LITURGIA DIÁRIA 26 DE FEVEREIRO. 8º DOMINGO DO TEMPO COMUM.

 


 

 

 

8º Domingo do Tempo Comum

26 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 49,14-15


Leitura do Livro do Profeta Isaías

14 Disse Sião:
'O Senhor abandonou-me,
o Senhor esqueceu-se de mim!'
15 Acaso pode a mulher esquecer-se

do filho pequeno,
a ponto de não ter pena do

fruto de seu ventre?
Se ela se esquecer, eu, porém,

não me esquecerei de ti.
Palavra do Senhor.






 
 
 

Salmo - Sl 61,2-3.6-7.8-9ab (R.6a)

R. Só em Deus a minha alma tem repouso,
só ele é meu rochedo e salvação.

2 Só em Deus a minha alma tem repouso,*
porque dele é que me vem a salvação!
3 Só ele é meu rochedo e salvação,*
a fortaleza, onde encontro segurança! R.

6 Só em Deus a minha alma tem repouso,*
porque dele é que me vem a salvação!
7 Só ele é meu rochedo e salvação,*
a fortaleza, onde encontro segurança! R.

8 A minha glória e salvação estão em Deus;*
o meu refúgio e rocha firme é o Senhor!
9a Povo todo, esperai sempre no Senhor,*
e abri diante dele o coração. R.




 
 

2ª Leitura - 1Cor 4,1-5

 

Leitura da Primeira Carta

de São Paulo aos Coríntios 
Irmãos:
1 Que todo o mundo nos considere

como servidores de
Cristo e administradores dos

mistérios de Deus.
2 A este respeito,
o que se exige dos administradores
é que sejam fiéis.
3 Quanto a mim, pouco me importa

ser julgado por vós
ou por algum tribunal humano.
Nem eu me julgo a mim mesmo.
4 É verdade que a minha

consciência nóo me acusa de nada.
Mas não é por isso que eu posso

ser considerado justo.
5 Quem me julga é o Senhor.
Portanto, não queirais julgar antes do tempo.
Aguardai que o Senhor venha.
Ele iluminará o que estiver escondido nas trevas
e manifestará os projetos dos corações.
Então, cada um receberá de Deus
o louvor que tiver merecido.
Palavra do Senhor.



 

 

Evangelho - Mt 6,24-34


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo

segundo Mateus. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
24 Ninguém pode servir a dois senhores:
pois, ou odiará um e amará o outro,
ou será fiel a um e desprezará o outro.
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
25 Por isso eu vos digo:
não vos preocupeis com a vossa vida,
com o que havereis de comer ou beber;
nem com o vosso corpo,
com o que havereis de vestir.
Afinal, a vida não vale mais

do que o alimento,
e o corpo, mais do que a roupa?
26 Olhai os pássaros dos céus:
eles não semeiam, não colhem,
nem ajuntam em armazéns.
No entanto, vosso Pai que está

nos céus os alimenta.
Vós não valeis mais

do que os pássaros?
27 Quem de vós pode prolongar

a duração da própria vida,
só pelo fato de se preocupar com isso?
28 E por que ficais preocupados com a roupa?
Olhai como crescem os lírios do campo:
eles não trabalham nem fiam.
29 Porém, eu vos digo:
nem o rei Salomão, em toda a sua glória,
jamais se vestiu como um deles.
30 Ora, se Deus veste assim a erva do campo,
que hoje existe e amanhã é queimada no forno,
não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé?
31 Portanto, nóo vos preocupeis, dizendo:
O que vamos comer? O que vamos beber?
Como vamos nos vestir?
32 Os pagãos é que procuram essas coisas.
Vosso Pai, que está nos céus,
sabe que precisais de tudo isso.
33 Pelo contrário, buscai em primeiro lugar
o Reino de Deus e a sua justiça,
e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo.
34 Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã,
pois o dia de amanhã terá suas preocupações!
Para cada dia, bastam seus próprios problemas.'
Palavra da Salvação.



 
 
 
 
 









Fonte: 
CNBB
 
 
 

23 de fevereiro de 2017

SOMENTE MARIA ACHOU GRAÇA DIANTE DE DEUS... POR SÃO LUIS MARIA GRIGNON DE MONFORT.


 
 
 
Somente Maria achou graça diante de Deus, tanto para si como para cada homem em particular.
Os Patriarcas e os Profetas, todos os Santos da antiga lei não puderam encontrar essa graça. Porque somente Maria é Mãe da graça.
Por isso que Maria foi quem deu à luz ao Autor de toda graça, é que a chamamos Mãe da graça, ‘Mater gratiae’.


Por São Luis Maria Grignon de Monfort.
 
 
 
 
 
 
 
 
UM POUCO SOBRE
SÃO LUIS MARIA GRIGNON DE MONFORT.
 
 
SÃO LUIS MARIA GRIGNON DE MONFORT.
 
 
 

Louis-Marie Grignion, mais conhecido como São Luís Maria Grignion de Montfort  foi um sacerdote francês e é um santo católico. Ele é reconhecido por ser um pregador e um escritor, cujos livros são amplamente lidos nos dias atuais e considerados de extrema importância no Magistério da Igreja Católica.
 
Ele é considerado como um dos primeiros defensores da mariologia como é conhecida atualmente, e um candidato a tornar-se um doutor da Igreja. A sua estátua de Giacomo Parisini está agora colocada no nicho superior da Nave Sul da Basílica de São Pedro no Vaticano.
 
Nasceu em 31 de Janeiro de 1673 e faleceu em 28 de Abril de 1716, em Montfort-sur-Meu.
 
 
o filho sobrevivente mais velho da grande família o tabelião Jean-Baptiste Grignion, e sua esposa Jeanne Robert, que era conhecida por ser profundamente católica. Ele passou a maior parte de sua infância em Iffendic, a poucos quilômetros de Montfort, onde seu pai havia comprado uma fazenda. Com 12 anos de idade, ele entrou no colégio jesuíta de São Thomas Becket em Rennes.
 
 
Em algum momento durante o seu colegial, ele tomou conhecimento de sua vocação e chamado sacerdotal, e no final de sua escolaridade ordinária, iniciou seus estudos de filosofia e teologia, ainda em São Thomas, em Rennes. Ouvindo as histórias de um padre local, o abade Julien Bellier, sobre sua vida como um missionário itinerante, ele foi inspirado a pregar missões entre as pessoas pobres.
 
E, sob a orientação de alguns outros sacerdotes, começou a desenvolver a sua forte devoção a Nossa Senhora.
 
 
Então lhe foi dada a oportunidade, através de um benfeitor, para ir a Paris para estudar no renomado Seminário de São Sulpício no final de 1693. Quando ele chegou à Paris, descobriu que o seu benfeitor não tinha fornecido dinheiro suficiente para ele, passando à viver entre os muito pobres, porém, frequentando a Universidade de Sorbonne para palestras sobre teologia.
 
Após menos de dois anos, ele ficou muito doente e teve que ser hospitalizado. De alguma forma ele sobreviveu a sua internação.
 
Após a sua liberação do hospital, para sua surpresa, ele encontrou um emprego reservado em São Sulpício, onde ingressou em julho de 1695. São Sulpício tinha sido fundado por Jean-Jacques Olier, um dos principais sacerdotes do que veio a ser conhecido como a Escola Francesa de Espiritualidade.
 
Tendo em conta que ele foi nomeado o bibliotecário, o seu tempo em São Sulpício deu-lhe a oportunidade de estudar a maioria das obras disponíveis sobre espiritualidade e, em particular, sobre o lugar da Virgem Maria na vida cristã. Mais tarde isso levaria ao seu foco sobre o Santo Rosário e do seu aclamado livro "Os Segredos do Rosário".






*********************************
 
 
 
 
 
 


 


COMENTÁRIOS
 
 
 
 
 
Mater Gratiae como é designada Maria, Mãe de Jesus, sugere-nos um mistério tão profundo quanto a própria essência da cristandade. O Homem Deus, o sagrado Primeiro Ser, fez de Sua gestação na Terra um ato de contrição à mulher, dando-lhe a precedência na criação e nomeando-a Vita Prima Sanctae, a primeira vida santa da liturgia cristã. 

Quão generosa a visão do Senhor Absoluto que, ao estabelecer o primado feminino, dedicou à mulher uma reverência sublime, a qual, lamentavelmente, a humanidade não internalizou, em todos estes séculos de dominação autoritária do ser masculino.

São Luis Maria Grignon de Monfort foi um dos incansáveis arautos dessa verdade extraordinária: Deus se fez Segundo, por Sua legítima vontade, dando a Maria, ipses verbo, a primazia da criação.

O que nos falta, homens contemporâneos, para assumirmos as práticas desta sagrada assertiva?
 
LUIZ CARLOS LEMME.
 
 

 
 
POR MARIA, DEUS NOS DÁ SUA GRAÇA E SUA BÊNÇÃO.
 
 
AVE MARIA
Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte.
Amém.
 
 


 
 
FONTE:
 

20 de fevereiro de 2017

UNIDOS DE VILA MARIA LEVA PARA ANHEMBI, OS 300 ANOS DA APARIÇÃO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA. CONFIRA.


 

Unidos de Vila Maria
vai homenagear Nossa Senhora Aparecida
a padroeira do Brasil.

 
 O presidente da Vila Maria carrega a santa
na quadra da escola (Foto: Paulo Sadao).
 
Integrantes da ala das baianas carregavam Nossa Senhora Aparecida em um momento de apresentação do enredo na quadra da escola de samba de São Paulo. (Foto: Paulo Sadao).
 
 
 
 
A Escola de Samba Unidos de Vila Maria levará para Anhembi um enredo sobre os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida.
 
Fundada em 1954, a escola da Zona Norte tem 4 mil componentes e será a terceira a desfilar na noite de sexta-feira, 24 de fevereiro.
 
 
O presidente da agremiação, Adilson José de Sousa, afirmou que a escola vai ‘evangelizar’ na avenida, e garante que o desfile será um marco não só para o público presente, mas também para os integrantes da escola, que carregam a fé no uniforme.
 
O enredo é muito especial para quem tem a fé e o samba guardados no fundo do peito.
 
O samba-enredo da Unidos de Vila Maria foi composto por Leandro Rato, Zé Paulo Sierra, Almir Mendonça, Vinicius Ferreira, Zé Boy e Silas Augusto.
 
 
 
 

"Aparecida - a rainha do Brasil.

300 anos de amor e fé

no coração do povo brasileiro".





 

Pedi aos céus para iluminar essa jornada
Seguir com fé, na caminhada
Santa Aparecida dessas águas
Fez a nossa rede prosperar
Virgem conceição imaculada
Os teus feitos vão se revelar
Num choro incontido, o nó na garganta
A história marcada em devoção
Jóia da princesa pra te coroar
Presente que acalanta o coração
Oh senhora, oh senhora
Reluz teu manto azul bordado em ouro bis
A benção de viver a tua glória
Milagre...
É lindo ver o povo venerando
Pagando promessas em oração
Negra mãe divina liberdade
Do impossível és a salvação
O cortejo vem te receber
E eu já posso ouvir a cantoria
é gente abraçada a chorar
Vila maria abençoada vem pedir
Pátria mãe gentil
Não deixe de exaltar a padroeira
Pro bem do meu país
Nos de a paz bendita e verdadeira
Aos teus pés vou me curvar
Senhora de aparecida
A prece de amor que nos uniu bis
Salve a rainha do Brasil.
 
 
 
 
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
 
Trezentos anos de crença saudados, gloriosamente, pela tradicional Escola Vila Maria, remetem os foliões paulistas às duas principais imagens do Brasil: a mais amada, a padroeira de nosso povo, Nsa. Senhora de Aparecida, e a raiz musical da terra, o samba, numa feliz conjunção de adoração e divertimento. 

Remetem-nos também a uma reflexão importante sobre a necessidade de se juntar os momentos de alegria popular com os sentimentos de religiosidade que sustentam a alma da nação brasileira. 

Este é o verdadeiro perfil de nosso país: fraternidade, alegria espontânea e fé. Este é o Brasil que queremos, comemorando a paz e repudiando a violência! Disse:
Luiz Carlos Lemme.


**************************


Nossa
que coisa maravilhosa, que gesto grandioso,
benza Deus! Sucesso!
Abraços.
Socorro Cavalcanti.




**************************


 
 
 
 

15 de fevereiro de 2017

O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA PARA ENCANTAR SEU CORAÇÃO... UMA ESPECIAL SELEÇÃO DE CANÇÕES ETERNAS PARA VOCÊ.

 
 
 
Do topo, em sentido horário: Montmartre; Pirâmide do Louvre; Opéra Garnier e Palácio de Versalhes; panorama urbano de Paris com o rio Sena, a Ponte das Artes e a Torre Eiffel; Arco do Triunfo; placa do metrô de Paris; Catedral de Notre-Dame.
 
 
 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 

 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 
 
 
 
Não há uma língua mais bela e romântica do que o francês. Então, ouvir essas melodias lindas cantadas no mais sonoro dos idiomas é um deleite para nossos ouvidos, e todos merecem desfrutar.
 
Não importa se você entende francês ou não, o importante é que existe algo universal nestas canções francesas clássicas. Abra a taça de vinho e escolha um queijo delicioso, porque esta coleção de músicas vai te emocionar.
 
 
PARIS - FRANÇA
 
 
Paris é a capital e a mais populosa cidade da França, bem como a capital da região administrativa de Ilha de França. A cidade se situa em um dos meandros do Sena, no centro da bacia parisiense, entre os confluentes do Marne e do Sena rio acima, e do Oise e do Sena rio abaixo. Como a antiga capital de um império estendido pelos cinco continentes, é, hoje, a capital do mundo francófono.
 
A posição de Paris numa encruzilhada entre os itinerários comerciais terrestres e fluviais no coração de uma rica região agrícola a tornou uma das principais cidades da França ao longo do século X, beneficiada com palácios reais, ricas abadias e uma catedral. Ao longo do século XII, Paris se tornou um dos primeiros focos europeus do ensino e da arte.
 
Ao fixarem-se os Reis de França e, pois, também a corte (o que incluía grande parte da alta nobreza francesa), na cidade, sua importância económica e política não cessou de crescer. Assim, no início do século XIV, Paris era a mais importante cidade de todo o mundo ocidental.
 
No século XVII, era a capital da maior potência política europeia; no século XVIII, era o centro cultural da Europa e, no século XIX, era a capital da arte e do lazer, a Meca da Belle Époque.
 
Sua arquitetura, seus parques, suas avenidas e seus museus fazem-na, pelo ano de 2004, a cidade mais visitada do mundo francófono, com cerca de 25 milhões de turistas, aproximadamente 500 000 a mais do que em 2003, segundo a Secretaria de Turismo e de Congressos de Paris.
 
 As margens parisienses do Sena foram inscritas, em 1991, na lista do Património Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.
 
Paris é a capital económica e comercial da França, onde os negócios da Bolsa e das finanças se concentram. A densidade da sua rede ferroviária, rodoviária e da sua estrutura aeroportuária — um hub da rede aérea francesa e europeia — fazem-na um ponto de convergência para os transportes internacionais.
 
Essa situação resultou duma longa evolução, em particular das concepções centralizadoras das monarquias e das repúblicas, que dão um papel considerável à capital do país e, nela, tendem a concentrar, ao extremo, todas as instituições.
 
Desde os anos 1960, os governos sucessivos têm desenvolvido políticas de desconcentração e de descentralização a fim de reequilibrar o país.
 
Abrigando numerosos monumentos, por seu considerável papel político e econômico, Paris é também uma cidade importante na história do mundo. Símbolo da cultura francesa, a cidade atrai quase 30 milhões de visitantes por ano, ocupando, também, um lugar preponderante no mundo da moda e do luxo.
 
Em 2007, a população intramuros (dentro do limite dos antigos muros) de Paris era de 2 193 031 habitantes pelo recenseamento do Instituto Nacional de Estatísticas e Estudos Econômicos. Porém, ao longo do século XX, a área metropolitana de Paris, se desenvolveu largamente fora dos limites da comuna original.
 
A Grande Paris é, com seus 11 836 970 habitantes, uma das maiores aglomerações urbanas da Europa e da União Europeia. Com um PIB de 813.364 milhões de dólares a Região Parisiense é um ator econômico europeu de primeira grandeza, sendo a primeira região econômica europeia.
 
 
FONTE:
 
 

11 de fevereiro de 2017

HOJE, 11 DE FEVEREIRO, CELEBRAMOS NOSSA SENHORA DE LOURDES - FRANÇA.


 




NOSSA SENHORA DE LOURDES

 

Nossa Senhora em Lourdes e sua devoção começaram no dia 11 de fevereiro de 1858, na pequena vila de Lourdes, França. Nesse dia, três amigas foram buscar lenha na mata que ficava perto da vila: Bernadete Soubirus de 14 anos, sua irmã Marie Toinette de 11 anos e a amiga Jeane Abadie, de 12 anos.

 

HISTÓRIA DE NOSSA SENHORA EM LOURDES

 

A caminho do rio Gave, passaram por uma gruta. Ali, Bernadete ouviu a voz de uma mulher chamando-a carinhosamente. A Virgem Santíssima apareceu nas cercanias de Lourdes, França, na gruta Massabielle, a uma jovem chamada Santa Marie-Bernard Soubirous ou Santa Bernadete. A voz vinha de dentro da gruta. Curiosa e obediente, Bernadete entrou e viu a figura de uma jovem senhora vestida de branco, com uma faixa azul na cintura e um rosário de contas de pérolas em sua mão.


Nossa Senhora de Lourdes.


Santa Bernadete deixou por escrito um testemunho que entrou para o ofício das leituras do dia de hoje.

Certo dia, fui com duas meninas às margens do Rio Gave buscar lenha. Ouvi um barulho, voltei-me para o prado, mas não vi movimento nas árvores. Levantei a cabeça e olhei para a gruta. Vi, então, uma senhora vestida de branco; tinha um vestido alvo com uma faixa azul celeste na cintura e uma rosa de ouro em cada pé, da cor do rosário que trazia com ela. Somente na terceira vez, a Senhora me falou e perguntou-me se eu queria voltar ali durante quinze dias. Durante quinze dias lá voltei e a Senhora apareceu-me todos os dias, com exceção de uma segunda e uma sexta-feira. Repetiu-me, várias vezes, que dissesse aos sacerdotes para construir, ali, uma capela. Ela mandava que fosse à fonte para lavar-me e que rezasse pela conversão dos pecadores. Muitas e muitas vezes, perguntei-lhe quem era, mas ela apenas sorria com bondade. Finalmente, com braços e olhos erguidos para o céu, disse-me que era a Imaculada Conceição”.

Maria, a intercessora, modelo da Igreja, imaculada, concebida sem pecado, e, em virtude dos méritos de Cristo Jesus, Nossa Senhora, nessa aparição, pediu o essencial para a nossa felicidade: a conversão para os pecadores. Ela pediu que rezássemos pela conversão deles com oração, conversão, penitência.

As duas começaram a rezar juntas, e pouco depois, Maria desapareceu. Por um período de cinco meses, Nossa Senhora de Lourdes apareceu para as três meninas, sempre marcando o dia e a hora que iria aparecer para elas.

 

SOFRIMENTO DE BERNADETE E DAS CRIANÇAS

 

A notícia se espalhou e muitas pessoas foram à gruta no desejo de ver Nossa Senhora de Lourdes, mas só as crianças viam, o que gerou muita desconfiança e dúvida na população. Muitas vezes Bernadete foi vitima de agressões e zombarias feitas pela população.

 

O próprio governo francês se envolveu na polêmica e interditou a gruta por um determinado tempo. Nessa ocasião. Bernadete, porém, fortalecida pela graça de Deus, se manteve firme e insistia que Nossa Senhora pediu para que se construísse uma capela no local das aparições.

Nossa Senhora de Lourdes.
 

MILAGRES DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

 

Tanto a população quanto a Igreja desconfiaram de Bernadete e das crianças que viam Nossa Senhora de Lourdes. E esta resistência começou a ficar muito séria. Por isso, Nossa Senhora, numa de suas últimas aparições, disse a Bernadete que fosse à gruta em determinado dia e hora e começasse a cavar o chão com as próprias mãos. Bernadete obedeceu e no local onde ela cavou, começou a brotar água e nunca mais parou. E era sabido por todos que ali, era um lugar seco onde jamais tivera fonte de água.

Ao saber da água que brotou na gruta, o povo começou a ir até lá em busca de cura. Então, começaram a acontecer curas inexplicáveis entre o povo que se banhava nas águas da gruta de Lourdes. Curas de pessoas deficientes físicas, paraplégicos e de enfermidades incuráveis, confirmadas por médicos e cientistas. As curas, aliás, nunca deixaram de acontecer em Lourdes até hoje. Tanto que lá existe uma comissão de médicos pronta para avaliar e atestar se determinada cura foi ou não um milagre.
 

Fiéis visitam Nossa Senhora de Lourdes.
 
 

A POSIÇÃO DA IGREJA CATÓLICA

 

No dia 18 de janeiro de 1862, Dom Laurence, bispo de Tarbes, deu a declaração oficial proclamando a posição da Igreja diante dos acontecimentos de Lourdes: Inspirados pela Comissão composta por sábios, doutores e experientes sacerdotes que questionaram a criança, estudaram os fatos, examinaram tudo e pesaram todas as provas.

Chamamos também a ciência, e estamos convencidos de que as aparições são sobrenaturais e divinas, e que por consequência, o que Bernadete viu foi a Santíssima Virgem Maria. Nossas convicções são baseadas no depoimento de Bernadete, mas, sobretudo, sobre os fatos que têm acontecido, coisas que não podem ser outra coisa senão uma intervenção divina.

 

VIDA DE BERNADETE DEPOIS DAS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

 

Depois que Nossa Senhora de Lourdes apareceu pela última vez, Bernadete ingressou na congregação das Irmãs de Caridade de Nevers. Ela estava com 22 anos e morreu aos 34 anos.

 

IMACULADA CONCEIÇÃO

 

Uma das grandes revelações de Maria em Lourdes foi afirmar que Ela era a Imaculada Conceição, título que o Papa Pio IX havia dado a Maria 4 anos antes em Roma. Bernadete e as meninas não tinham conhecimento disso. Esse título é um Dogma de Fé da Igreja, uma verdade de fé que os católicos acreditam.
 
 
Basílica de Nossa Senhora de Lourdes - França.


DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA DE LOURDES

 

No ano de 1876 foi edificada a Basílica de Lourdes no local em que Maria havia aparecido. Um local que recebe anualmente milhões de peregrinos do mundo inteiro. Hoje este Santuário está em uma área com várias Igrejas e outras instituições construídas em torno da gruta.

Bernadete foi Canonizada pelo Papa Pio XI no dia 8 de dezembro do ano de 1933 e Lourdes tornou-se um dos maiores locais de visitação dos peregrinos do mundo todo.

 

A MENSAGEM DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

 

A grande mensagem de Nossa Senhora em Lourdes é uma mensagem de conversão e de penitência. Nossa Senhora chamou insistentemente que aqueles que estão distantes de Deus voltem para a casa do Pai, pois estamos num tempo de grandes dificuldades. Oração do terço, penitência e conversão, esta é a grande mensagem de Nossa Senhora Lourdes.

Fieis acompanham a
procissão de Nossa Senhora de Lourdes,
durante à noite.



Deus quis e Sua Providência Santíssima também demonstrou, dessa forma, a infalibilidade da Igreja. Que chancela do céu essa aparição da Virgem Maria em Lourdes. E os sinais, os milagres que aconteceram e continuam a acontecer naquele local. Lá, onde as multidões afluem, o clero e vários Papas lá estiveram. Agora, temos a graça de ter o Papa Bento XVI para nos alertar sobre este chamado.

 


ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DE LOURDES


Ó Virgem Puríssima, Nossa Senhora de Lourdes, que vos dignastes aparecer a Bernadete, no lugar solitário de uma gruta, para nos lembrar que é no sossego e recolhimento que Deus nos fala, e nós falamos com Ele. Ajudai-nos a encontrar o sossego e a paz da alma, que nos ajudam a conservar-nos sempre unidos em Deus. Nossa Senhora da gruta, dai-me a graça que vos peço e tanto preciso, (pedir a graça). Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós.
 
Medalha Nossa Senhora de Lourdes
em ouro 18 k  cravejada
de Esmeraldas. R$ 4.011,32.

      

 
 

 

NOSSA SENHORA DE LOURDES, ROGAI POR NÓS!
 
Alberto Araújo, na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes-França.
Eu já estive em Lourdes-França por duas vezes e presenciei a grandiosidade da Fé Católica. Realmente é um lugar que nos emociona e as energias são altamente positivas. Fiquei encantado com tudo que vi e participei. Estou programando outra viagem, se Deus permitir e Nossa Senhora de Lourdes interceder por nós, voltaremos sim.







COMENTÁRIOS


 
 
ALBERTO EU E MEU MARIDO T/BM ESTIVEMOS EM LOURDES. FRANÇA. A EMOÇÃO NAÕ CONSEGUIMOS DEFINIR DE TÃO GRANDE.
BJS A VCS. 
 
Zeneida Seixas.
 
 
 
 
*********************************************