23 de setembro de 2016

HOMENAGEM DO FOCUS PORTAL CULTURAL A SÃO PADRE PIO DE PIETRELCINA. CONFIRA.

 SÃO PADRE PIO DE PIETRELCINA
 
 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 


CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE

https://www.youtube.com/watch?v=yxxfpvR5rI8








 
 
10 Ensinamentos de Santo Padre Pio de Pietrelcina
 
 
 
 
 
1. A obediência é mais bela quando é mais amarga.
 
2. A maior miséria da alma é a de acreditar-se forte.
 
3. É a Deus que você deve recorrer face aos assaltos do demônio.
 
4. O demônio nunca conseguirá demover uma alma que está agarrada à Cruz.
 
5. Tem paciência ao preservar neste santo exercício da meditação e conforma-te com começar dando pequenos passos, até que tenhas duas pernas para correr, e  asas para voar.
 
6. Com o estudo dos livros se busca a Deus; com a meditação O encontramos.
 
7. Refleti cada dia um pouco: se é de noite, à luz tênue da lâmpada e entre a esterilidade e impotência do espírito; e se for de dia, no gozo e na luz deslumbrante da alma.
 
8. A oração deve ser insistente, já que a insistência põe de manifesto a fé.
 
9. Refleti e tende sempre diante dos olhos da mente a grande humildade da Mãe de Deus e Mãe nossa. Na medida que cresciam nela os dons do céu, aprofundava cada vez mais na humildade.
 
10.  A alma cristã não deixa passar um só dia sem meditar a paixão de Jesus Cristo.





Prof. Felipe Aquino









 
 
 
 
 

BIOGRAFIA



 
Padre Pio de Pietrelcina tinha como nome de batizado Francesco Forgione. Ele nasceu no vilarejo de Pietrelcina, próximo à cidade de Benevento, Itália, em 25 de maio de 1887. Era filho de Grazio Forgione e Maria Giuseppa de Nunzio e tinha seis irmãos.

Desde criança manifestou interesse pelas coisas de Deus. Não faltava às Missas e orações. Ainda menino mostrava grande admiração por Nossa Senhora e Jesus, tornando-se também amigo do seu Anjo da Guarda. Francesco recorria a ele muitas vezes pedindo ajuda no seu caminho de viver o Evangelho. Não é à toa que, mais tarde, Padre Pio exortava os fiéis a pedirem ajuda ao anjo da guarda. Ele sabia que o que os anjos mais querem é conduzir seus “guardados” para Deus. Por isso, dizia, a intimidade de cada um com seu anjo da guarda é de grande importância.
 

Vida religiosa e ordenação de Padre Pio


Aos 15 anos, em 1902, entrou no noviciado da ordem dos Capuchinhos em Morcone. Nessa ocasião adotou o nome de "frei Pio". Quando terminou o noviciado, frei Pio fez os votos simples, em 1904. Em 1907 professou os votos solenes. Fez, então, os estudos clássicos e a filosofia. Depois, foi ordenado sacerdote em 10 de agosto de 1910, no Duomo de Benevento.

O sacerdócio de Padre Pio



Em 1916, Padre Pio foi para o convento de San Giovanni Rotondo, onde viveu toda a sua vida. Ele tinha grande compaixão pelo sofrimento das pessoas. Por isso, logo percebeu que sua missão sacerdotal era a de acolher em si o sofrimento do povo, como uma espécie de ?catalizador?. A confirmação disso foram os estigmas de Cristo que Padre Pio recebeu em seu próprio corpo e que duraram mais de 50 anos. Parece que, através do padre Pio, Deus queria aliviar o sofrimento do seu povo. E, de fato, todos os que o procuravam saiam reconfortados.
 

Maravilhas no sacramento da confissão



Padre Pio de Pietrelcina entregou-se inteiramente ao Ministério da Confissão. Ele sabia que esta é uma das maneiras mais eficientes e ?maravilhosas? que Jesus Cristo deixou para aliviar os sofrimentos do coração e libertar das garras do Demônio. Por isso, Padre Pio passava até 14 horas por dia no confessionário. Em muitos casos, quando o fiel não tinha coragem de confessar um pecado grave, Padre Pio o revelava por inspiração divina. Isso ajudava muito dos fiéis se libertarem de seus males. Aliás, por isso, Padre Pio sofreu ataques terríveis do maligno: foi torturado, tentado e testado muitas vezes, mas não esmoreceu.
 
 

Oração e ação




Padre Pio queria aliviar não somente o sofrimento espiritual das pessoas, mas também o sofrimento físico. Por isso, teve a inspiração de construir um grande hospital, que ele deu o nome de "Casa Alívio do Sofrimento". Esta obra maravilhosa tornou-se referência em toda a Europa.
 
 

A espiritualidade que se espalha




Atendendo a um pedido do Papa, Padre Pio criou os ?Grupos de Oração?, com o objetivo de aliviar os horrores causados pela Segunda Guerra Mundial no coração das pessoas. Esses grupos se tornaram células catalizadoras do amor e da paz de Deus num mundo cheio de sofrimento.
 
 

Falecimento




Quando os grupos de oração celebraram 50 anos, reuniu-se uma grande multidão em San Giovanni Rotondo, para uma Missa comemorativa. Esta foi a última Missa e a última vez que os filhos espirituais do Padre Pio o viram. Na madrugada de 23 de setembro de 1968, na sua cela conventual, Padre Pio entregou seu espírito. Faleceu com fama de santidade e deixou uma multidão de pessoas que se tornaram seus devotos e filhos espirituais nos incontáveis e grandes grupos de oração que se multiplicaram por todo o mundo.
 
 

Devoção a Padre Pio de Pietrelcina



A fama de santidade de Padre Pio tornou-se cada vez maior após sua morte. Esse é um dos requisitos para que se inicie um processo de canonização. Além disso, muitos fiéis testemunharam terem alcançado graças pela intercessão de Padre Pio. Por isso, o processo de canonização do Padre Pio começou em 1982. Padre Pio foi beatificado em 2 de maio de 1999 e canonizado em 16 de junho de 2002, pelo Papa João Paulo II. Dali em diante, passou a ser chamado São Pio de Pietrelcina e sua festa litúrgica é comemorada todos os anos no dia 23 de setembro.
 
 

Os sinais dos milagres de Padre Pio




Além dos estigmas que tiveram duração de 50 anos, existem vários relatos atestando que Padre Pio tinha o dom da bilocação. Entre os tantos milagres atribuídos à sua intercessão está a cura de uma criança chamada Matteo Pio Colella. Sobre ele se desenrolou todo processo de canonização do Padre Pio.
 
 

Os Papas reconhecem a santidade de Padre Pio




O Papa Bento XV disse sobre ele: "Padre Pio é um daqueles homens extraordinários que Deus envia de vez em quando à terra para converter os homens".
 
Papa Paulo VI: "Veja que fama ele alcançou! Quanta gente de todo o mundo ele reuniu em torno de si! Mas por quê? Por que era um filósofo? Por que era um sábio? Por que dispunha de meios? Não, mas porque rezava a Missa humildemente, confessava de manhã à noite; era, difícil de dizer, representante estampado dos estigmas de Jesus. Era um homem de oração e de sofrimento."
 
Papa João Paulo II: "Padre Pio foi um generoso dispensador da misericórdia divina, sobretudo através do sacramento da Penitência. O ministério do confessionário atraía numerosas multidões de fiéis. Mesmo quando ele tratava os peregrinos com severidade aparente, eles, tomando consciência da gravidade do pecado e arrependendo-se sinceramente, voltavam quase sempre atrás para o abraço pacificador do perdão sacramental?.
 
 

Exumação e exposição pública



A exumação do corpo incorrupto de Padre Pio aconteceu no dia 20 de abril de 2008 e no mesmo dia foi exposto para o público na cripta da Igreja de Santa Maria das Graças, em San Giovanni Rotondo. Padre Pio pode ser considerado o Apóstolo do Sacramento da Confissão. Através deste sacramento aconteceram grandes milagres de cura de corações feridos e conversões.






FONTE:


http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-padre-pio-pietrelcina/52/102/#c




6 de setembro de 2016

SETEMBRO É O MÊS DA BÍBLIA - A PALAVRA DE DEUS.


 

 
A BÍBLIA – Palavra de Deus.  É uma coletânea de escritos religiosos de valor sagrado para o cristianismo, em que se descrevem explicações religiosas da vida do homem na Terra. É o fruto da comunicação entre Deus que se revela e a pessoa que acolhe e responde à revelação. Por isso a Bíblia é formada por histórias de um povo, o Povo de Deus, que teve o dom de explicar sua realidade à luz da presença de Deus e compreender que a vida é um projeto de amor que parte de Deus e volta para Ele.
 
 
 
 

A Bíblia (do grego βιβλία, plural de βιβλίον, transl. bíblion, "rolo" ou "livro") É considerada pelos cristãos como divinamente inspirada, tratando-se de importante documento doutrinário. É o livro mais vendido de todos os tempos com mais de seis bilhões de cópias em todo o mundo.

Segundo a tradição aceita pela maioria dos cristãos, a Bíblia foi escrita por 40 autores, entre 1 500 a.C. e 450 a.C. (livros do Antigo Testamento) e entre 45 d.C. e 90 d.C. (livros do Novo Testamento), totalizando um período de quase 1600 anos. A maioria dos historiadores considera que a data dos primeiros escritos acreditados como sagrados é bem mais recente: por exemplo, enquanto a tradição cristã coloca Moisés como o autor dos primeiros cinco livros da Bíblia (Pentateuco), muitos estudiosos aceitam que foram compilados pela primeira vez apenas após o exílio babilônico, a partir de outros textos datados entre o décimo e o quarto século antes de Cristo. Muitos estudiosos também afirmam que ela foi escrita por dezenas de pessoas oriundas de diferentes regiões e nações.

O mês de setembro, para nós católicos do Brasil é o mês dedicado à Bíblia, isso desde 1971. Mas desde 1947, se comemora o Dia da Bíblia no último domingo de setembro. O mês de setembro foi escolhido como mês da Bíblia porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu em 340 e faleceu em 420 dC).

São Jerônimo foi um grande biblista e foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja. Hoje a Bíblia é o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e está em quase todas as casas.

Nesse mês da Bíblia somos convidados a estudar e refletir sobre esse maravilhoso livro que têm tanto a nos revelar e instruir.



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 

4 de setembro de 2016

SANTA TERESA DE CALCUTÁ A "SANTA DAS SARJETAS". HOMENAGEM DO FOCUS PORTAL CULTURAL. CONFIRA.


 
 
Anjezë Gonxhe Bojaxhiu M.C. conhecida como Madre Teresa de Calcutá ou Santa Teresa de Calcutá, foi uma religiosa católica de etnia albanesa, nascida em território sob Império Otomano, na capital da atual República da Macedônia, e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003.

Nasceu em 26 de agosto de 1910 filha de pais albaneses, numa família de três filhos, sendo duas moças e um rapaz. Embora tenha nascido a 26 de agosto, ela considerava o 30 de agosto, o dia em que foi batizada, como o seu "verdadeiro aniversário". Ela nasceu em Üsküp, então capital do Vilayet do Kosovo, subdivisão do Império Otomano. Sua cidade natal é hoje a atual Skopje, capital da República da Macedônia.

Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação religiosa das Missionárias da Caridade, tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de "Santa das Sarjetas".

Muito elogiada por inúmeras pessoas, governos e organizações, Madre Teresa de calcutá também foi duramente criticada, especialmente por suas posições acerca do controle de natalidade, do aborto e da contracepção. Ela também foi criticada pelas condições das casas dos moribundos que ela cuidava. Christopher Hitchens, Michael Parenti, Aroup Chatterjee e o Conselho Mundial Hindu destacaram-se nas críticas a Madre Teresa. Alguns estudos sugerem que a sua imagem de pessoa caridosa e humanitária é um mito.

Começou por fazer votos aos 18 anos nas Irmãs de Nossa Senhora do Loreto (Instituto Beatíssima Virgem Maria), na Irlanda, onde pouco tempo viveu.

Já na Índia, a serviço dessa congregação como professora, ao primeiro lar infantil ou "Sishi Bavan" (Casa da Esperança), fundada em 1952, juntou-se ao "Lar dos Moribundos", em Kalighat. A princípio, ela teve alguns problemas de ordem religiosa, com alguns grupos que professavam uma outra fé, e consequentemente, uma outra religião e cultura, mas com o passar do tempo, todos foram notando, que ela tinha realmente boas intenções, e que sua obra tinha verdadeiramente um caráter nobre. Assim, ela começa a receber donativos de hindus, muçulmanos, budistas, etc. E assim também foi ocorrendo em relação às outras situações difíceis e problemáticas, tais como: crianças abandonadas, pessoas sofrendo de AIDS/SIDA, mulheres que haviam sido abusadas e engravidaram, leprosos...

 


Mais de uma década depois, em 1965, a Santa Sé aprovou a Congregação Missionárias da Caridade e, entre 1968 e 1989, estabeleceu a sua presença missionária em países como Albânia, Rússia, Cuba, Canadá, Palestina, Bangladesh, Austrália, Estados Unidos da América, Ceilão, Itália, antiga União Soviética, China etc.

 

O reconhecimento do mundo pelo seu trabalho concretizou-se com o Prêmio Templeton, em 1973, e com o Nobel da Paz, no dia 17 de outubro de 1979.

O seu trabalho missionário continua através da irmã Nirmala, eleita no dia 13 de março de 1997 como sua sucessora.

Um de seus pensamentos era este: “Não usemos bombas nem armas para conquistar o mundo. Usemos o amor e a compaixão. A paz começa com um sorriso”. Criou as missionárias da caridade, em que todas as freiras iriam ajudar não a ela, mas sim a todos os necessitados. Foi beatificada em 2003 pelo Papa João Paulo II e canonizada em 2016 pelo Papa Francisco na Praça de São Pedro, no Vaticano.
 
 
 
 
 

Morreu em 1997 aos 87 anos, de ataque cardíaco, quando preparava um serviço religioso em memória da Princesa Diana de Gales, sua grande amiga, que faleceu num acidente de automóvel em Paris. Tratado como um funeral de Estado, vários foram os representantes do mundo que quiseram estar presentes para prestar a sua homenagem. As televisões do mundo inteiro transmitiram ao vivo durante uma semana, os milhões que queriam vê-la no estádio Netaji. Encontra-se sepultada em Motherhouse Convent, Calcutá, Bengala Ocidental na Índia. No dia 19 de outubro de 2003, o Papa João Paulo II beatificou Madre Teresa de Calcutá.

 

 
 
 
 
 
 
FONTE:
 
 


 

23 de agosto de 2016

PAPA FRANCISCO: 10 DICAS PARA UMA VIDA FELIZ.


O Papa Francisco foi recentemente entrevistado pela Viva, uma publicação argentina, e ofereceu 10 dicas valiosas sobre como se tornar uma pessoa mais feliz. Algumas das dicas podem até lhe surpreender um pouco, ou mesmo alterar a sua perspectiva sobre a vida. Eu acho que se nós seguíssemos seus conselhos, quaisquer que sejam nossas religiões ou crenças, teríamos todos uma vida mais completa e gratificante.

 


 
 

10 Dicas Para Uma Vida Mais Feliz

 
 
Aqui estão suas
10 melhores dicas para viver uma vida mais feliz:

 

1) Viva e deixe viver

 

Há uma velha expressão italiana que diz: "Viva e deixe viver". Isso significa não guardar rancor e apenas seguir em frente. A vida é muito curta para guardar qualquer animosidade em relação aos outros. Tente não julgar ninguém e simplesmente aceitar as pessoas pelo que elas são.


2) Dê de si mesmo aos outros

 

Seja mais generoso com os outros e menos afastado. Se alguém pede sua ajuda, considere-se abençoado por ter sido a primeira pessoa em quem eles pensaram. Tente ouvir mais e falar um pouco menos sobre si mesmo.


3) Tenha calma

 

Não tire conclusões ou tome decisões precipitadas antes de pensar por alguns momentos. Tente evitar "ganhar" argumentos, porque você acabará perdendo muito mais em troca. Viva um dia de cada vez e não apresse a vida antes que ela aconteça.


4) A importância do lazer
 

Passe mais tempo brincando com seus filhos e menos tempo na frente dos aparelhos de televisão e computador. O Papa afirmou que "o consumismo nos trouxe ansiedade". A vida fora de casa pode fazer maravilhas por você e seus entes queridos. Planeje viagens emocionantes para visitar museus, locais históricos, jardins botânicos e até mesmo eventos esportivos.


5) Domingo deve ser feriado

A maioria de nós trabalha longas horas extenuantes durante a semana, muitas vezes deixando muito pouco tempo para passar com nossas famílias. O Papa considera que os trabalhadores devem ter o direito de folga aos domingos, a fim de passar mais tempo com suas famílias.

 

6) Encontre maneiras inovadoras para criar postos de trabalho dignos para os jovens

O traço mais importante que qualquer jovem pode ter é a ambição. Adolescentes passam por momentos muito difíceis e confusos em suas vidas. Eles podem ser conduzidos a uma direção positiva tanto quanto rapidamente podem trilhar o caminho errado. É crucial criar oportunidades de emprego para manter os adolescentes ocupados positivamente e satisfeitos.


7) Respeite e cuide da natureza


 

A poluição não só é má para o ambiente, mas também para nossas almas. Há muitas praias e florestas que estão cobertas de lixo. O excesso de resíduos pode prejudicar e matar animais inocentes. Sempre as limpe quando for embora, e jogue fora o lixo de outras pessoas também. Você estará fazendo à Mãe Natureza um grande favor!

 

8) Deixe de ser negativo
 

As pessoas que insultam os outros estão muitas vezes compensando sua falta de auto-estima. Em vez de colocar os outros para baixo, tente edificá-los e incentivá-los. A motivação é a força motriz da produtividade e do sucesso. Tente olhar para o lado positivo das coisas, e mantenha uma visão positiva da vida. Sorria mais vezes também.


9) Não ao proselitismo: respeite as crenças dos outros

 

A pior coisa que você pode fazer é forçar a sua religião ou crenças sobre os outros. Ninguém gosta de ser intimidado a acreditar em algo, independentemente do quanto você acredita nisso. Sempre respeite as crenças dos outros e eles irão respeitá-lo muito em troca. O Papa continuou dizendo que "Nós podemos inspirar os outros através do testemunho, para crescermos junto com a comunicação. Mas o pior de tudo é o proselitismo religioso, que paralisa".



10) Trabalhe pela paz
 


Embora a paz mundial possa ser um pouco demais para sonhar, você ainda pode se esforçar para manter uma atitude pacífica com os outros e consigo mesmo. Tente evitar discussões desnecessárias ou qualquer outra coisa que possa causar tensão no grupo familiar. Lembre-se, a chave para uma vida pacífica está em casa.





 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FONTE:
 





 

21 de agosto de 2016

NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO, ROGAI POR NÓS!

 
 
 
 
 
O Dia da Assunção de Nossa Senhora é comemorado anualmente em 15 de agosto.
 
Esta data cristã celebra a assunção da Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo, aos céus.
 
De acordo com os relatos bíblicos, Maria teria morrido durante o sono em 15 de agosto de 43 d.C, e acordado quando já estava sendo levada para o céu pelos anjos de Deus.
 
Também conhecida como Nossa Senhora da Glória ou Nossa Senhora da Guia, no Brasil é a padroeira de outras cidades, como: Jales, em São Paulo; Caçapava do Sul, no Rio Grande do Sul; Cabo Frio, no Rio de Janeiro; e Oeiras, no Pará.
 
Nesta data, celebram-se romarias e festas religiosas em várias localidades.
 
 
Deus lhe concedeu como a Virgem antes do parto, no parto e depois do parto, como a Mãe de Deus
 
 
Hoje, solenemente, celebramos o fato ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado comodogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, pois tem tudo a ver com o mistério da nossa salvação.
 
Assim definiu pelo Papa Pio XII em 1950 através da Constituição ApostólicaMunificentissimus Deus: “A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial.”
 
Antes, esta celebração, tanto para a Igreja do Oriente como para o Ocidente, chamava-se “Dormição”, porque foi sonho de amor. Até que se chegou ao de “Assunção de Nossa Senhora ao Céu”, isto significa que o Senhor reconheceu e recompensou com antecipada glorificação todos os méritos da Mãe, principalmente alcançados em meio às aceitações e oferecimentos das dores.
 
Maria contava com 50 anos quando Jesus subiu ao Céu. Tinha sofrido muito: as dúvidas do seu esposo, o abandono e pobreza de Belém, o desterro do Egito, a perda prematura do Filho, a separação no princípio do ministério público de Jesus, o ódio e perseguição das autoridades, a Paixão, o Calvário, a morte do Filho e, embora tanto sofrimento, São Bernardo e São Francisco de Sales é quem nos aponta o amor pelo Filho que havia partido como motivo de sua morte.
 
É probabilíssima, e hoje bastante comum, a crença de a Santíssima Virgem ter morrido antes que se realizasse a dispersão dos Apóstolos e a perseguição de Herodes Agripa, no ano 42 ou 44. Teria então uns 60 anos de idade. A tradição antiga, tanto escrita como arqueológica, localiza a sua morte no Monte Sião, na mesma casa em que seu Filho celebrara os mistérios da Eucaristia e, em seguida, tinha descido o Espírito Santo sobre os Apóstolos.
 
Esta a fé universal na Igreja desde tempos remotíssimos. A Virgem Maria ressuscitou, como Jesus, pois sua alma imortal uniu-se ao corpo antes da corrupção tocar naquela carne virginal, que nunca tinha experimentado o pecado. Ressuscitou, mas não ficou na terra e sim imediatamente foi levantada ou tomada pelos anjos e colocada no palácio real da glória.
 
Não subiu ao Céu, como fez Jesus, com a sua própria virtude e poder, mas foi erguida por graça e privilégio, que Deus lhe concedeu como a Virgem antes do parto, no parto e depois do parto, como a Mãe de Deus.
 
 
Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FONTE:
 

20 de agosto de 2016

POESIA VIDA NA ALMA DO POETA DE SHIRLEY LOPES - DECLAMADA POR NEIDE BARROS RÊGO. CONFIRA.

 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 

 
 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE DO
FOCUS PORTAL CULTURAL
 
 
 
 
 
 


VIDA NA ALMA DO POETA
 
Encontrei-me naquela linda e frenética poesia.
Nela, o amor ardia em chama.
Sua luz, em linda fábula,
falava do beija-flor, na janela, beijando sua rosa.

Encontrei-me na trilha do trovador, derramando o amor.
Na janela, a donzela contemplava a lua adormecida,
que, impelida pelo tempo, a sua face escondia.

Encontrei-me na moça enternecida
que buscava nas esquinas de um passado feliz,
que continua presente,
a felicidade abrigada na história que jamais findará.

Encontrei-me na alma do poeta,
em seu maior tormento,
no amor esquecido que se aquieta,
na lágrima que cai no abismo,
E depois, encontra o alento
no regaço da AMADA.

Encontrei-me nas asas da liberdade do poeta,
que buscava a direção exata do destino,
para a viagem em busca do tempo feliz em versos.

Encontrei-me na melodia versada em sonetos,
exprimindo o amor mais puro que vai além do Horizonte
e desperta o amanhecer em um caminho rumo ao ÉDEN.

Encontrei-me na vontade da mais linda rima perfeita,
no sonho mais profundo do poetar sublime,
no tempo do poeta que se esvai da primeira estrofe
e finda na última em versos voláteis.

Encontrei-me na face do poeta,
no momento, no tempo certo que é VIDA.
 
 
 
 
 
 
Poesia de Shirley Lopes, dedicada ao seu esposo ALBERTO ARAÚJO, recitada na ocasião da posse do poeta no Cenáculo Fluminense de História e Letras em 16 de agosto de 2013, pela declamadora Neide Barros Rêgo.
 
 
 
 

SÃO BERNARDO PREGADOR, ESCRITOR, FUNDADOR DE MOSTEIROS, ABADE, CONSELHEIRO DE PAPAS, REIS, BISPOS. HOMENAGEM DO ALBERTO ARAÚJO & AMIGOS. CONFIRA.


 

Com muita alegria celebramos a santidade do abade e doutor da Igreja: São Bernardo. Nascido no Castelo de Fontaine em 1094, perto de Dijon (França), pertencia a uma família nobre, a qual se assustou com sua decisão radical de seguir Jesus como monge cisterciense.

São Bernardo é considerado pela Família Cisterciense um segundo fundador, pois atraía a tantos para a Ordem, que as mães e esposas afastavam os filhos e maridos do santo; tamanho era real o poder de atração de Bernardo que todos os irmãos, primos e amigos o seguiram. Homem de oração, destacou-se como pregador, prior, místico, escritor, fundador de mosteiros, abade, conselheiro de Papas, Reis, Bispos e também polemista, político e pacificador.

Aconteceu que São Bernardo, mesmo sendo contemplativo, entrou no concreto da realidade da sua época, a ponto de participar de várias polêmicas internas e externas da Igreja da época.

No ano de 1115, o seu abade Estevão mandou-o com doze companheiros fundar, no Vale do Absíntio, aquilo a que São Bernardo chamou Vale Claro (Claraval). Do Mosteiro de Claraval, o santo irradiava a luz do Cristianismo, isto também pelos escritos, como o Tratado do Amor de Deus e o Comentário ao Cântico dos Cânticos; a invocação é fruto de sua profunda e sólida devoção a Nossa Senhora: “Ó clemente, ó piedosa, ó doce e sempre Virgem Maria”. Pela Mãe do Céu, foi acolhido na eternidade em 1153.

Escreveu numerosas obras, milhares de cartas, mais de 300 sermões; interveio em todas as disputas doutrinais, em todas as grandes questões religiosas e seculares da época. Por ordem de tempo, considera-se o último dos Padres da Igreja. Um seu editor, falecido em 1707, Mabillon, escreveu sobre ele: “É o último dos Padres mas iguala os maiores”.

São Bernardo, rogai por nós!


 


 

FONTE:
Site da Canção Nova.

 

1 de agosto de 2016

CELEBRAMOS, NESTE DIA 01 DE AGOSTO, A MEMÓRIA DE SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO. HOMENAGEM DO ALBERTO ARAÚJO & AMIGOS. CONFIRA.




 

 
Celebramos, neste dia, a memória de um santo Bispo e Doutor da Igreja que se tornou pelo seu testemunho "Patrono dos confessores e teólogos de doutrina moral". Afonso Maria de Ligório nasceu em Nápoles, na Itália, em 1696, numa nobre família que, ao saber das qualidades do menino prodígio, proporcionaram-lhe o caminho dos estudos a fim de levá-lo à fama.


Afonso Maria de Ligório, C.Ss.R., nascido Alphonsus Maria de' Liguori, foi um bispo católico italiano que se destacou como escritor espiritual, filósofo escolástico e teólogo. Nascido numa família nobre de Nápoles, Ligório teve uma brilhante carreira em direito antes de ser ordenado padre. Depois disso, fundou uma ordem religiosa, a Congregação do Santíssimo Redentor (chamados "redentoristas") dedicada ao trabalho entre os pobres.


Em 1762, foi nomeado bispo de Santa Agata de' Godos. Afonso foi um escritor prolífico, publicando nove edições de sua "Teologia Moral" ainda em vida, além de outras obras devocionais e ascetas, além de muitas cartas. Entre suas obras mais famosas estão "As Glórias de Maria" e "O Caminho da Cruz", esta última utilizada ainda hoje em muitas paróquias durante os serviços religiosos da Quaresma.

 

Afonso foi canonizado em 1839 pelo papa Gregório XVI. Em 1871, Pio IX proclamou-o Doutor da Igreja (Doctor Zelantissimus). Um dos autores católicos mais lidos, é também o santo padroeiro dos confessores.

Com 16 anos doutorou-se em direito civil e eclesiástico e já se destacava em sua posição social quando se deparou, involuntariamente, sustentando uma falsidade, isto levou Afonso a profundas reflexões, a ponto de passar três dias seguidos em frente ao crucifixo. Escolhendo a renúncia profissional, a herança e títulos de nobreza, Santo Afonso acolheu sua via vocacional, já que o Senhor o queria advogando as causas do Cristo.

Santo Afonso Maria de Ligório colocou todos os seus dons a serviço do Reino dos Céus, por isso, como sacerdote, desenvolveu várias missões entre os mendigos da periferia de Nápoles e camponeses; isto até contagiar vários e fundar a Congregação do Santíssimo Redentor, ou Redentoristas. Depois de percorrer várias cidades e vilas do sul da Itália convertendo pecadores, reformando costumes e santificando as famílias, Santo Afonso de Ligório, com 60 anos, foi eleito Bispo e assim pastoreou com prudência e santidade o povo de Deus, mesmo com a realidade de ter perdido a amizade do Papa e sido expulso de sua fundação.

Entrou no Céu com 91 anos, depois de deixar vários escritos sobre a Doutrina Moral, sobre a devoção ao Santíssimo Sacramento e a respeito da Mãe de Deus, sendo o mais conhecido: “As Glórias de Maria”.

 

 

Santo Afonso Maria de Ligório, rogai por nós!