11 de maio de 2012

MENSAGEM ÀS MÃES






Mensagem... às mães

                                  

                               José Pais de Moura



I

É mãe, palavra pequena,
Que todos sabem de cor.
Por ser tão doce e amena,
Entre todas... A maior.

II

Amor de mãe é pureza,
Profundo, tal é o mar.
Como na terra é grandeza,
Se o filho... Souber amar!...

III

De tudo que existe de belo
Por ser tão doce tão terno,
È, sentir ‘inda no colo,
Calor de um peito materno.

IV

Existem coisas na vida,
Jamais podemos esquecer,
É, nossa mãe tão querida,
Nos, trouxe ao mundo, a sofrer!

V

Amor de mãe è riqueza,
Que um filho ganha ao nascer.
Sou rico, tenho a certeza,
Em quanto a minha, viver!

VI

Tanto amor e por dinheiro,
Foi, será tão casual.
Com afinco, verdadeiro?
Também sim! Se, maternal.

VII

O amor se mais além,
Jamais será insuspeito.
Pai é pai, mas, mãe é mãe!
“seu amor dentro do peito”

VIII



É mãe, um anjo divino,
Na hora de dar á luz.
Sofrimentos, seu destino...
Iguais à Mãe de Jesus.






Paulo Roberto Cecchetti
com José Pais de Moura
em  um evento dos
ESCRITORES AO AR LIVRO


José Pais de Moura, poeta, prosador, trovador, natural de Soure-Portugal, mora atualmente em Niterói, frequentador assíduo dos eventos 'ESCRITORES AO AR LIVRO'. Para contato com o poeta escreva para o e-mail: jpaismoura@hotmail.com  



10 de maio de 2012

Filme HOMENAGEM PIMENTEL .wmv

8 de maio de 2012

ENTREVISTA DE ALINE ROMARIZ PRESIDENTE PORTAL DO POETA

Aline Romariz
Presidente Portal do Poeta Brasileiro



*Entrevista concedida à Michele Lopes (Aluna de Jornalismo PUC-CAMPINAS) em 02/04/2012
PUC - Por favor, qual seu nome completo? Idade? Qual a sua formação?
Aline Romariz - Aline Romariz. 50 anos. POETA.

PUC - Pode contar brevemente como entrou para o “mundo da poesia”?
Aline Romariz - Desde que nasci. Sou de família de Poetas. Meu avô era um Poeta do séc. XIX vide:
E consequentemente meu pai, meus irmãos.Todos nós crescemos no meio da Poesia. Sou alagoana, vale salientar.
PUC - Como surgiu a ideia de fundar o grupo que gerou o Portal dos Poetas?
Aline Romariz- Justamente por que vi que alguns Portais ligados à Poesia, acabavam virando sites de relacionamento. Que os tais “Poetas”, que ali estavam se preocupavam muito pouco com a poesia propriamente dita.

PUC - Quando surgiu a ideia e em que data o Portal tornou-se real?
Aline Romariz- A ideia surgiu com o intuito de propagar a arte poética e seus autores. Nosso objetivo é a valorização do poeta vivo. O Portal do POETA BRASILEIRO tornou-se real em maio de 2010. Já ganhamos uma menção honrosa referendada pela UNESCO.

PUC - Em termos de definição, o que é o Portal dos Poetas? Como funciona?
Aline Romariz - O PORTAL DO POETA BRASILEIRO funciona como uma grande vitrine de divulgação dos artistas possui um blog

onde eles podem postar seus textos. Temos poetas espalhados por todo o Brasil. Vamos às Bienais e outras Feiras literárias realizarem encontros de Poetas, onde eles podem mostrar seus livros e interagir (realmente) com outras pessoas da área e onde também acontecem Saraus, para que eles mostrem seus textos aos leitores e assim agucem a vontade de serem lidos.

Nossa sede é em Campinas, mas temos pontos de apoio no Rio de Janeiro, Santa Catarina, Alagoas e outros estados. Fazemos Saraus mensais, pela Região de Campinas. São ao todo três Saraus mensais ( O de Vinhedo ( no Museu Da Música , 1ª quinta-feira do mês, um outro em Campinas ( no Clube da Música , o qual chamamos de nossa casa poética ,2ª segunda-feira do mês, e o Voo Cultural ( no Tucano’s Crepe no Shopping Prado em Campinas na 3ª terça-feira do mês, cujo responsável é o nosso Diretor Cultural, Poeta, músico, compositor e ator Teco Seade) e um de dois em dois meses ( Na Biblioteca Adir Gigliotti 2º sábado do mês cuja responsável é nossa Vice-Presidente a Poeta Teresa Azevedo).
PUC - Quais projetos paralelos o Portal está envolvido? Refiro-me aos saraus, por exemplo, onde poetas que publicam no Portal aparecem ou outros exemplos de saraus e eventos realizados na região de Campinas.
Aline Romariz- Acho que já respondi sobre os Saraus. O Portal do Poeta Brasileiro tem a Editora Iluminatta que viabiliza a confecção de livros mais em conta para os Poetas e a Editora juntamente com o Portal, tem vários projetos: o Projeto Poesia Incinerante (um grupo de poetas invadem com tochas determinado local e se apresenta declamando ( nome dado por nossa Diretora de imprensa Mariela Mei),Cidade Lírica (a confecção de placas com fragmentos de poesia colocados nas cidades aos olhos da população), Arena Poética ( um Sarau itinerante com nossos espetáculos cênicos musicais, declamações, e interação via internet com os Poetas de todo Brasil).Estamos também projetando um Caminhão que levará Poesia, cinema e Teatro para as populações mais carentes.

PUC - Quantos poetas em média participam do Portal? Como funciona a “seleção” dos Poetas a serem publicados?
Aline Romariz - Estamos hoje com mais de 2 500 poetas espalhados pelo Brasil. Não há seleção, o Poeta nos manda uma pequena biografia, dois textos poéticos e foto e é inserido em nosso site vitrine (www.poetasbrasleiros.com.br), devo salientar que em breve estaremos com um novo site.

PUC-A senhora tem ajuda de outros organizadores do Portal?
Aline Romariz - Montamos uma Diretoria, tenho ajuda sim, na medida do possível, pois o trabalho é voluntário.

PUC-O Portal tem um site e um blog, certo? Quais os links? São vocês mesmas do Portal que ajudam na criação e manutenção do sites ou têm ajuda de uma equipe desta parte de informática?
Aline Romariz- Já os passei. Nós estamos reformulando nosso site, como falei.

PUC-O que você pensa sobre este movimento literário/poético que hoje acontece na internet?
Aline Romariz - Sempre digo aos “meus” confrades Poetas, que a internet é um dos meios de divulgação da nossa arte, mas eles têm que deixar a tela e ir às ruas propagar a arte poética. Não podemos nos esconder, a proteção da tela é ilusória e não nos dar o respaldo necessário. Quem é Poeta, de fato, tem de buscar alternativas para ser reconhecido e consequentemente, lido. Para alçarmos maiores voos temos que vencer vários leões cotidianamente e nos unirmos, frequentando Saraus, feiras e outros eventos culturais. Temos que ser ousados, soltar a voz, a ideia, a criatividade e ocupar um lugar respeitável no nincho cultural. Não podemos brincar de fazer poesia, a nossa proposta vai além, muito além, até de onde imaginam algumas pessoas que não são perseverantes e acham desimportantes o nosso trabalho. Apresentar cultura em nosso país não é fácil, mas tudo que se faz com garra e amor progridem.  Desistir não é uma palavra que consta em meu dicionário. Pode ser que em vida eu consiga muito pouco, mas tenho certeza que os meus netos sentirão orgulho da minha luta pela arte poética. Já fiz sarau para uma pessoa com o mesmo entusiasmo que fiz para dezenas de outras pessoas. O importante é conscientizar a classe poética do seu papel temos na sociedade. Recebemos o dom e temos obrigação de propagá-lo, deixando as inflamações de ego e o egocentrismo de lado. Vamos-nos voar alto! “Quem viver verá”

PUC - Antigamente para se tornar parte do movimento artístico, era necessário que o artista/escritor participasse dos encontros, uma vez que não existia internet. Hoje em dia, o fato de este movimento ser intenso na internet, implica na perda da essência do movimento literário ou você acha que o movimento evoluiu?
Aline Romariz - O nosso movimento quer justamente isso. Que os poetas saiam da internet e se mostrem e criem perspectivas reais para propagação de nossa arte.




Aline Romariz
"PORTAL DO POETA BRASILEIRO"
EU FAÇO PARTE DESTA HISTÓRIA!!!
VALORIZE O POETA VIVO