15 de dezembro de 2010

DOCE DEZEMBRO






Há um universo - há um mundo
de contentamento
onde as estrelas desabam... (Dezembro)
suntuoso mês
que cheira alegria, poesia

e os olhos bebem
da vasta piscina a alvenaria

contida explosão
que alimenta natais
e no centro do alarde
a misericórdia se irradia


um anjo anuncia
o sudário da alma
para séculos sem fim

Dezembro:
toda a laca
toda a amendoeira
acende
o
estopim



ALBERT ARAÚJO
15-12-10
visite meu site oficial:

Nenhum comentário:

Postar um comentário