2 de fevereiro de 2011

FOGO DA PAIXÃO




Fogo da paixão






súbito desejo

que vem pelas

arestas e ângulos

de mim...

- um fogo meio sem fim


 
uma larga e impiedosa paixão

a levantar-me do chão

 

farpas

gumes – cortam-me a pele



e no pulso forte

o amor amanhece



risca, risca o fósforo

e que minha chama

seja o ardor que em ti – se enobrece

ALBERT ARAÚJO
02-02-11

postado no site oficial:




Nenhum comentário:

Postar um comentário