16 de julho de 2008





CONCEITOS VIVIDOS


Digas-me falas-me de teu conceito
Da tua transcendência
Simplesmente quero desenhá-los
Na palma da minha mão

Os caminhos mudam com o tempo
E o coração constrói o mundo

Todos os dias nós precisamos
De uma página escrita de céu
De vida e de morte

No mundo a imaginação os conceitos
São absorvidos pela a geometria do tempo

Mas o ninho a moradia nunca acaba
Evidentemente o sol vai embora todos os dias
No fim da tarde.
Albert Araújo
15-07-08

Nenhum comentário:

Postar um comentário