25 de julho de 2017

FILME "DIÁRIO DE UMA PAIXÃO" - POR TRÁS DE TODO GRANDE AMOR EXISTE UMA GRANDE HISTÓRIA.




Diário de uma Paixão é um filme de drama romântico estadunidense de 2004 dirigido por Nick Cassavetes e baseado no livro de mesmo nome de Nicholas Sparks.
O filme é estrelado por Ryan Gosling e Rachel McAdams como um jovem casal que se apaixonam durante a década de 1940.
 
Sua história é narrada a partir do dia de hoje por um homem idoso (interpretado por James Garner) contando o conto a uma colega residente do lar de idosos (interpretada por Gena Rowlands, que é mãe de Cassavetes).
 
 
 

SINOPSE
 
 
Em um asilo, vivem um homem (James Garner) e uma mulher (Gena Rowlands). Ele vive lá por opção, ela, por consequência de uma demência senil que prejudicou sua memória. Todos os dias, o homem lê para a senhora um capítulo de uma linda história de amor, que foi escrita num velho diário. A história consiste no romance de Noah Calhoun (Ryan Gosling) e Allie Hamilton (Rachel McAdams), que se conheceram e apaixonaram-se num parque de diversões em Seabrook Island, na Carolina do Sul, nos anos 40. Foi o verão mais intenso de suas vidas. Porém, por imposição da família de Allie, o casal, loucamente apaixonado, teve de separar-se quando as férias acabaram. Eles não aceitavam que ela, uma jovem rica de 17 anos se envolvesse com um pobre operário.
 
Veio a (Segunda Guerra Mundial) e Noah foi para a batalha. Antes disso, ele havia escrito 365 cartas, as quais foram escondidas pela mãe de Allie, que consequentemente nunca ficou sabendo e por isso nunca retornou. Noah ficou desolado, pensando ter acabado tudo e Allie arrasada, imaginando que seu amado a havia esquecido.
Ao voltar da Guerra, o pai de Noah o deu um presente, comprou a casa dos sonhos do filho, que passou a reformá-la da forma como Allie havia pedido. Tentou seguir com sua vida longe da mulher que amava, mas se tornou um homem solitário, ainda mais depois da morte de seu pai. Tentava suprir a falta de Allie na companhia de Martha, mas a própria sabia que não faria Noah feliz.
 
Sete anos se passaram e Allie estava noiva de Lon (James Marsden), a quem acreditava amar, apesar de rever Noah em seus pensamentos às vezes. Lon e Allie se conheceram quando ela se voluntariou para cuidar dos feridos da guerra. Lon era de família tradicional e os pais de Allie apoiavam o casamento. No dia da prova do vestido, Allie viu a foto de Noah no jornal, fazendo-a relembrar a história inacabada dos dois. Allie resolveu ir para Seabrook por uns dias, sem contar para Lon quem ia procurar. Ao rever Noah, ambos veem a chama da paixão juvenil reacender-se dentro de seus corações. Allie precisava agora decidir com quem queria realmente passar o resto de sua vida. Enquanto o homem conta a história para a senhora, ela passa a lembrar passagens de sua juventude, até perceber que ela é a Allie e o homem que lhe dedica horas todos os dias, é na verdade o homem com quem ela, afinal, escolheu ficar. Noah.
 

 
Diario de uma Paixao Nicholas Sparks capa
 
 
 
O livro, escrito por Nicholas Sparks, alcançou sucesso internacional de vendas, com mais de 12 milhões de cópias distribuídas por todo o mundo, e foi traduzido para mais de 20 línguas. Desse modo, o autor consolidou uma carreira de sucesso como romancista, já tendo publicado mais de 18 livros nos EUA e em vários outros países. Aqui no Brasil, o romance foi publicado pela Editora Novo Conceito em 2010.

 
Nicholas Sparks Diario de uma paixao

 
Nicholas Sparks possui variadas experiências profissionais; é formado em Economia, é atleta e empreendedor, tendo trabalhado em diversos empregos, tais como: avaliador de bens imobiliários, garçom e vendedor de produtos dentários, antes de atingir o sucesso na carreira de escritor. Um de seus romances mais conhecidos, Um Amor para Recordar, já foi resenhado aqui no blog. Nascido em Omaha, estado de Nebraska, nos Estados Unidos, atualmente, o autor mora na Carolina do Norte com sua esposa e filhos.
 
No posfácio do livro, Nicholas revela que antes de começar a escrever, ele pesquisou o mercado, escolheu o tema (uma história de amor), evocou um casal de personagens inspirados nos avós de sua esposa, passou dois meses pensando no enredo e decidiu que o Mal de Alzheimer, doença frequentemente presente nos noticiários, seria o meio que usaria para criar o senso trágico necessário para uma história amorosa de qualidade. Outro fator que contribuiu para a popularização de seus livros, além da temática estar em alta no mercado editorial, foram as adaptações cinematográficas de seus romances. Já foram dez obras suas adaptadas para o cinema, inclusive Diário de uma Paixão em 2004.






 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário