13 de junho de 2017

13 DE JUNHO CELEBRAMOS SANTO ANTÔNIO, EXEMPLO DE HUMILDADE E CARIDADE.

 
 
 
 
Santo Antônio (português europeu) ou Antônio (português brasileiro) de Lisboa, também conhecido como Santo Antônio de Pádua, OFM nasceu em Lisboa, em 15 de agosto de 1195, de sobrenome incerto, mas batizado como Fernando, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIII.
Primeiramente foi frade agostiniano no Convento de São Vicente de Fora, em Lisboa, indo posteriormente para o Convento de Santa Cruz, em Coimbra, onde aprofundou os seus estudos religiosos através da leitura da Bíblia e da literatura patrística, científica e clássica. Tornou-se franciscano em 1220 e viajou muito, vivendo inicialmente em Portugal, depois na Itália e na França. No ano de 1221 fez parte do Capítulo Geral da Ordem em Assis, a convite do próprio Francisco, o fundador, que o convidou também a pregar contra os albigenses em França. Foi transferido depois para Bolonha e de seguida para Pádua, onde morreu aos 36 anos.
A sua fama de santidade levou-o a ser canonizado pela Igreja Católica pouco depois de falecer, distinguindo-se como teólogo, místico, asceta e, sobretudo como notável orador e grande taumaturgo. António é também tido como um dos intelectuais mais notáveis de Portugal do período pré-universitário.
Tinha grande cultura, documentada pela coletânea de sermões escritos que deixou, onde fica evidente que estava familiarizado tanto com a literatura religiosa como com diversos aspetos das ciências profanas, referenciando-se em autoridades clássicas como Plínio, o Velho, Cícero, Sêneca, Boécio, Galeno e Aristóteles, entre muitas outras. O seu grande saber tornou-o uma das mais respeitadas figuras da Igreja Católica do seu tempo. Lecionou em universidades italianas e francesas e foi o primeiro Doutor da Igreja franciscano. São Boaventura disse que ele possuía a ciência dos anjos. Hoje é visto como um dos grandes santos do Catolicismo, recebendo larga veneração e sendo o centro de rico folclore. Faleceu em Pádua, em 13 de junho de 1231.

 
 
 
 
 
 
 
ORAÇÃO A SANTO ANTÔNIO



 
Ó Santo Antônio, exemplo de humildade e caridade,
vos dedicastes ao anúncio da Palavra de Deus.
Sois conhecido no mundo inteiro, principalmente como
o santo casamenteiro e amigo dos pobres.
Pedimo-vos, intercessor dos humildes,
olhai com bondade as nossas necessidades.
Suplicamo-vos, conservai os casais num amor fiel,
e ajudai aos que querem casar-se, que encontrem
uma pessoa amiga, fiel e sincera, segundo a
vontade do Pai, e que cresçam no amor
mútuo para a construção de uma nova família.
Ó Amigo dos pobres, não permitais faltar pão em
 nossas mesas, mas sobretudo ajudai-nos a buscar
o Pão vivo, que é o próprio Cristo, na Eucaristia.

Santo Antônio, rogai por nós!

Amém.
 
 
 
 







 
 
FONTE:
 
 
 
 
 
 
 
 

Um comentário:

  1. Oh meu querido Santo Antoninho! clamam as jovens deste Brasil à fora, e lhe pedem a graça de um namorado. Nós que já passamos desse tempo, reiteramos nossa admiração pela magnitude do exemplo de sabedoria e humildade que este homem sagrado nos legou. Seu título de Amigo dos Pobres, sob as vestes franciscanas, foi o símbolo maior do grande amor de Antônio pelos semelhantes, pelos diferentes e por todas as criaturas de Deus.

    ResponderExcluir