2 de novembro de 2016

MIGUEL FALABELLA DECLAMA NORMAN COUSINS, EM 02 DE NOVEMBRO, NO VÍDEO SHOW DA GLOBO.



 
CLICAR NO LINK PARA ASSISTIR
 




 
 
A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nos enquanto vivemos.

Norman Cousins.

 



Norman Cousins  nasceu em 24 de junho de 1915–  foi um político, jornalista e autor americano.

Diagnosticado com uma doença degenerativa, saiu do hospital, e passava as tardes com os amigos assistindo comédias na TV.

Norman Cousins, no seu livro Anatomia de uma doença, conta como se curou de uma moléstia grave assistindo seriados cômicos pela televisão. Portador de uma doença degenerativa que ataca a coluna vertebral, os médicos lhe deram poucos meses de vida.

Depois de um tempo no hospital, ele se deu alta, contratou uma enfermeira e foi morar num hotel. Lá, quase paralisado, recebia visitas de amigos e via comédias na televisão. As risadas e o bom humor lhe garantiram uma sobrevida de 15 anos. Morreu aos 75 anos no dia 30 de Novembro de1990.



 
 
 
 
 
 
FONTE:
 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário