15 de abril de 2017

CONFIRMADO, JESUS RESSUSCITOU! - TEXTO DO JORNALISTA LOBO JOSÉ. CONFIRA.

 
 
 
 
 
 
CONFIRMADO, JESUS RESSUSCITOU!
 
 
 
Amigos gostaria de falar sobre um menino que nasceu em Belém da Galileia, segundo o nosso calendário, há cerca de dois mil anos e cujo nascimento provocou uma verdadeira  confusão  e medo naquela época. Refiro-me a Jesus Cristo, que segundo documentos fidedignos daquele momento cronológico da caminhada do Povo de Deus nesta Igreja Peregrina, nos atestam que Ele é filho de uma jovem virgem chamada Maria, cuja geração se deu por Obra do Espírito Santo – vide Mat. Cap. 1 e 2 e Lc. Cap. 1 e 2  para se aprofundarem mais nos fatos  - Maria estava  comprometida em casamento com  um homem chamado José, da linhagem de Davi e cuja historia pode e deve ser lida relida  e meditada  por todos na Bíblia Sagrada, para que não surjam duvidas, inicialmente nos relatos dos evangelistas Mateus e Lucas, (Novo Testamento) e nos  Livros dos profetas Isaias, 7,14   Mq. 5,1 Velho Testamento).
 
Mas amigos como sabemos, a Bíblia não é um livro de Historia Geral e sim um Livro da Historia do Povo de Deus que também fazia parte e vivia inserido nos diversos tipos e momentos políticos, sociais e econômicos da Historia Geral, e, era como todos,   sujeitos às Leis  e os “caprichos” dos reis, imperadores ou outros mandatários da época.
 
Mas a historia de tudo isso é bem longa e diversa, por isso preferimos pinçar apenas alguns fatos ocorridos na caminhada do Povo de Deus.
 
Os profetas, entre setecentos e seiscentos anos antes de Cristo anunciaram: “Pois sabei que  o Senhor mesmo vos dará um sinal: Eis que uma jovem concebeu e dará à luz um filho e por-lhe-á o nome de Emanuel Is. 14  “, também outro profeta anunciou na mesma época “Mas tu (Belém), Éfrata, embora pequena entre as clãs de Judá, de ti sairá para mim aquele que será dominador em Israel. Mq 5,1”.l Pois bem essas profecias e outras que foram profetizadas sobre o Messias  se concretizaram.  (leiam os livros dos profetas).
 
O Messias nasceu ante a expectativa e a esperança do Povo de Deus no ano 1 do calendário Cristão em Belém. Cumpriu-se a profecia! E a Bíblia nos apresenta fatos do nascimento até os doze anos de Jesus.
Porém, entre os doze e os trinta anos  poucas informações existem sobre a  vida de Jesus, salvo algumas referencias nos evangelhos  apócrifos (não aceitos pela Igreja).
 
Entretanto, tomando os Evangelhos de Mateus e Lucas encontramos a anunciação, o nascimento e um pouco da infância de Jesus, sendo que Marcos já nos apresenta Jesus adulto e se preparando para  exercer o seu Ministério, defendendo a tese de que Jesus Cristo é o Filho de Deus [...] enquanto que João, mais teológico começa o seu Evangelho com um prólogo buscando falar de Jesus desde a Criação do Mundo “No principio era a Palavra [...]”.
 
No cap. 1, 1-12  Marcos defende a sua tese de que Jesus Cristo é o filho de Deus, como dissemos acima, quando ele narra o ministério de Jesus na Galileia ensinando  e curando as multidões. Fora da Galileia continua a sua missão, também ensinando e curando. Chegando as aldeias de Cesaréia de Filipe e no caminho pergunta aos seus discípulos: ”Quem dizem os homens que eu sou? Ao que replicaram:” João Batista; outros Elias; outros ainda, um dos profetas.” E vós, perguntou ele, quem dizeis que eu sou? Pedro respondeu: “Tu és o Messias.” Então proibiu-lhes severamente de falar a alguém a seu respeito. Mc 8,27-30.
 
Posteriormente, ainda ensinando aos seus discípulos, fez o primeiro anúncio da sua paixão Mc 8,31ss, falou aos discípulos e a multidão que o seguia sobre as condições para segui-lo.
 
No Cap. 9, 2-8 Jesus se transfigura diante de Pedro, Tiago e João, no versículo 30 anuncia pela segunda vez a sua paixão e continua a sua missão, dirigindo-se para o território da Judeia, além do Jordão 10,1ss ensinando e curando, responde aos discípulos sobre o uso do seu nome, ensina sobre a caridade, sobre o divorcio, sobre as crianças, sobre o perigo das riquezas e enquanto subiam para Jerusalém anunciou pela terceira vez a sua paixão: “Eis que estamos subindo para Jerusalém, e o filho do Homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos escribas; eles o condenarão à morte o entregarão aos gentios, zombarão dele e cuspirão nele, o açoitarão e o matarão, e três dias depois ressuscitará".
 
Amigos, tudo o que aconteceu com Jesus foi o que tivemos a oportunidade de ler, ouvir e refletir, lendo a Bíblia e participando das solenidades da Quaresma e da Semana Santa que culminou com sua morte seguida da ressurreição, conforme Ele anunciou.
 
Jesus ressuscitou, o Filho de Deus que deu a sua vida para nos salvar nos ensinou que é possível derrotar a morte e também ressuscitar. Não existe reencarnação e sim ressurreição.
 
Por fim seria interessante buscarmos na Bíblia para nossa reflexão e crescimento espiritual os Cap.16 do Evangelho de Marcos, 24 de Lucas e Atos dos apóstolos1, 9-11 “Depois de dizer isto, Jesus foi elevado, à vista deles, e uma nuvem o retirou aos seus olhos. Continuavam olhando para o céu enquanto, Jesus subia. Apresentaram-se a eles então dois homens vestidos de branco, que lhes disseram Homens da Galileia, por que ficais aqui, parados olhando para o céu? Esse Jesus que, do meio de vós, foi elevado ao céu, virá assim, do mesmo modo como o viste partir para o céu”.
 
Testemunhas oculares  como as citadas acima nos dão a certeza de que Jesus Cristo derrotou à morte. Jesus Ressuscitou! Vide também 1 Cor. 15-14ss "E se Cristo não ressuscitou, a nossa  pregação é sem fundamento, e sem fundamento, também é a nossa fé [...]".
 
 
Paz e bem.
 
 
 
 
 
Lobo José
é jornalista e acólito na Paróquia São Judas Tadeu
e colunista no jornal UNIDADE.
 

Contato com o autor: lobojoseaugusto@gmail.com 

 

 
 
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
 


É sim! Temos que acreditar fielmente que Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou dos mortos, isso foi feito desde o início aos que dormem. Ora, a resposta é muito simples e absolutamente sensata.
 
Porque, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
 
Pois bem, é mesmo assim, como todos morrem em Adão, todos serão vivificados em Cristo.  Porém, cada um em sua ordem: Cristo, os prelúdios; depois, os que são de Cristo, na sua vinda.   Depois, virá o fim, quando tiver entregado o Reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo império e todo poder e força do inimigo, e o inimigo maior é a morte.    
 
Portanto, amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre profusos na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é improfícuo no Senhor. Demos graças a Deus, que nos dá a conquista, por nosso Senhor Jesus Cristo. 
 
Alberto Araújo-editor.


 
 
 **********************
 
 
 
Meu pequeno coração se enche de alegria e de esperança quando leio as palavras dos homens que saúdam a grandeza de Cristo e reafirmam Sua existência e Sua ressurreição.

Pequeno pedaço dos humanos, que sou, sinto-me crescer, com uma enorme disposição para espalhar amor e fé pelos meus irmãos de todos os quadrantes.

Sinto-me, inexoravelmente, um ponto de luz, um lago de afeto, um filho de Deus.
 


Luiz Carlos Lemme
poeta e presidente do Instituto Esquina da Arte.
 
 
****************************
 

 
 
 

Um comentário:

  1. Meu pequeno coração se enche de alegria e de esperança quando leio as palavras dos homens que saúdam a grandeza de Cristo e reafirmam Sua existência e Sua ressurreição.
    Pequeno pedaço dos humanos, que sou, sinto-me crescer, com uma enorme disposição para espalhar amor e fé pelos meus irmãos de todos os quadrantes.
    Sinto-me, inexoravelmente, um ponto de luz, um lago de afeto, um filho de Deus.

    ResponderExcluir