18 de fevereiro de 2010



ASSIM É O POETA



Rimas com melodia de encantamento
Palavras carregadas com o som da vida
No silêncio se faz a inspiração aquecida
Em palavras moldando a silueta do sentimento

Versos que o poeta derrama em estrofe lida
Alma cristalina distraída e solta ao vento
Adorna o amor verdadeiro com magia e talento
Sua voz no tempo ecoa rimando descontraída

Traz o momento de ternura e verdadeiros amores
Seduz olhares lançando desejos de eterna espera
Adentra os corações enamorados com o seu canto

Sua criação emoldura o amor com encanto
Nas letras deposita o tom e o brilho da primavera
Para sua musa oferta um jardim com lindas flores

TUELA LIMA - NITERÓI
***

O POETA É...

O poeta é uma luz nessa vida
Uma obra por Deus operada
É a emoção que sai do nada
É uma primavera mais florida...

O poeta é um anjo deitado
A copiar no seu áureo papel
Versos com as estrelas do céu
Ah, os seus versos são bordados...

O poeta é o berço dos sonhos
O criador das mil fantasias
Que nos ofertam a bela ilusão...

Os poetas, mesmo os tristonhos
São estrelas alvas... Luzidias...,
Que espalham magia do coração...



Arão Filho। São Luís - Ma, 18/02/2010

3 comentários:

  1. Olá poeta Albert Araujo! É uma honra ter o meu poema postado no teu Blog. Essa tua ação me trouxe muita satisfação. Vi também que postou o poema do nosso colega também poeta do RL Arão Filho, por certo ele também irá se sentir honrado com o teu feito. Obrigada. Beijo grande. Tuela

    ResponderExcluir
  2. Olá Albert. Bacana o seu blog. Como disse a nossa querida Tuela, eu me sinto honrado em estar em seu blog com os meus humildes versos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Esqueci de trocar de Usuário...postei o comentário com o usuário da minha sobrinha... mas o que importa é a minha opinião. Um abraço. Arão Filho.

    ResponderExcluir