12 de agosto de 2008

PENSO










PENSO


Vida,
Luz de fogo
Uma taça sem esperança

Conheço os passos
Dessa estrada
Cada veia
Cada capítulo

Nervos tristes
Cabeças espatifadas
No asfalto
Da minha solidão

Penso na dor
Na pessoa amada
Na minha pessoa
Na Adriana Calcanhoto.


ALBERT ARAÚJO
07-08-08

SITE: http://www.albertaraujo.recantodasletras.com.br/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário