16 de agosto de 2011

A VOZ DO AMOR





A voz do amor





O amor

cristaliza-se no poema

espírito e carne-diadema



Amor régio-soberano

amor novilúnio - EU e VOCÊ

nascidos para o fulgor

pulso - pulsando



Calor e presença

areias e sol

fluxos e refluxos do mar



EU e VOCÊ No barco

rumo o infinito a navegar



Ouço o grito; EU TE AMO...

a voz do amor me chama

e me flama



E tão suavemente o beijo

- lampejo

assim; bocas entrelaçadas

abraços íntegros





O amor entra furtivamente

e toma conta de toda a paisagem



:



O amor está em tudo:

formas e ritmos

águas brandas

realidade

cristalinidade

eternidade

 
 
ALBERTO ARAÚJO
16-08-11
 
postado também site oficial
 

2 comentários:

  1. O poeta traduz em poesia toda a força poética que carrega o amor. Linda inspiração que provoca em nossas almas belos sonhos de amor. Como sempre o poeta esbanjando suas lindas inspirações! Aplausos.

    ResponderExcluir
  2. Bela poesia, linda expressão de amor versada com lindas palavras. Parabéns...

    ResponderExcluir