15 de outubro de 2010

OLHAI O TEMPO







OLHAI O TEMPO






As flores
o mar, o infinito
guardarão o meu próprio
grito: TE AMO.
É tudo que tenho
raiz, caule
e o fruto que arde
no rio, na pedra
no fogo - íntegro amor.

olhai o tempo que de
velho se escama obstinadamente.

e que somente
o amor perdure.


ALBERT ARAÚJO
15-10-10
site oficial:
www.albertaraujo.recantodasletras.com.br

Um comentário:

  1. Que assim seja ... perdurante como as rochas, e flexivel quando oportuno for. Bela forma de poetar meu caro poeta.

    ResponderExcluir