20 de agosto de 2016

POESIA VIDA NA ALMA DO POETA DE SHIRLEY LOPES - DECLAMADA POR NEIDE BARROS RÊGO. CONFIRA.

 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 

 
 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE DO
FOCUS PORTAL CULTURAL
 
 
 
 
 
 


VIDA NA ALMA DO POETA
 
Encontrei-me naquela linda e frenética poesia.
Nela, o amor ardia em chama.
Sua luz, em linda fábula,
falava do beija-flor, na janela, beijando sua rosa.

Encontrei-me na trilha do trovador, derramando o amor.
Na janela, a donzela contemplava a lua adormecida,
que, impelida pelo tempo, a sua face escondia.

Encontrei-me na moça enternecida
que buscava nas esquinas de um passado feliz,
que continua presente,
a felicidade abrigada na história que jamais findará.

Encontrei-me na alma do poeta,
em seu maior tormento,
no amor esquecido que se aquieta,
na lágrima que cai no abismo,
E depois, encontra o alento
no regaço da AMADA.

Encontrei-me nas asas da liberdade do poeta,
que buscava a direção exata do destino,
para a viagem em busca do tempo feliz em versos.

Encontrei-me na melodia versada em sonetos,
exprimindo o amor mais puro que vai além do Horizonte
e desperta o amanhecer em um caminho rumo ao ÉDEN.

Encontrei-me na vontade da mais linda rima perfeita,
no sonho mais profundo do poetar sublime,
no tempo do poeta que se esvai da primeira estrofe
e finda na última em versos voláteis.

Encontrei-me na face do poeta,
no momento, no tempo certo que é VIDA.
 
 
 
 
 
 
Poesia de Shirley Lopes, dedicada ao seu esposo ALBERTO ARAÚJO, recitada na ocasião da posse do poeta no Cenáculo Fluminense de História e Letras em 16 de agosto de 2013, pela declamadora Neide Barros Rêgo.
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário